Notícias com o tag

recuperação judicial Oi


Felix

O grupo América Móvil – que controla no Brasil Claro, Embratel e NET – irá avaliar os ativos colocados à venda pela Oi, se isso mesmo acontecer, e terá interesse em comprar alguns deles, a depender do preço. Segundo o CEO do grupo no Brasil, José Félix, as redes de fibra ópticas e mesmo as operações de celular do estado de São Paulo poderiam ser alguns dos itens de interesse da empresa.

logo_vivo02

Segundo Amos Genish, o grupo prefere que a Oi volte a ser uma forte competidora. A Vivoai fazer o refarming da faixa de 1,8 GHz e só vai investir em 4G e fibra óptica no próximo anjo.

A Anatel pede para sair do processo de recuperação judicial, e assim não correr o risco de ficar na fila dos credores e ter deságio ou demorar para receber as multas. E refaz as contas do que tem a receber da Oi. Além dos R$ 10 bi em multas já informados pela operadora, a agência inclui R$ 4,55 bi de dívida tributária, R$ 1 bi de dívida contratual e mais R$ 4,58 bi de multas em tramitação.

A habilitação de crédito, que é o termo jurídico para a contestação da lista apresentada pela empresa de recuperação judicial é comum, porque a lista definitiva é elaborada pelo administrador judicial, afirma a advogada Luciana Nogueira

A justiça quer também um relatório preliminar das atividades desempenhadas por cada uma das empresas do grupo.

A associação diz ainda que o plano de recuperação apresentado “é inviável”.

Foram eleitos Marcos Duarte Santos e Ricardo Reisen de Pinho, como conselheiros independentes

A Anatel tenta tirar as multas da recuperação judicial e evitar que a Oi participe de licitações sem certidão negativa.

Em resposta ao fundo Société Mondiale , ligado a Tanure, o conselho de administração da Oi afirma também que a assembleia não teria competência legal para deliberar sobre todos os assuntos.

O juiz da 7ª Vara Empresarial da justiça do Rio, Fernando Viana, tomou ontem duas decisões em um único despacho, contemplando os pleitos da agência reguladora e da concessionária Oi.