Notícias com o tag

ran sharing


Designed by Bedneyimages / Freepik

Operadora alega que falta clareza se o contrato em análise não é de single grid, que tem potencial maior de limitar concorrência

André Gomes, da Cullen Internacional, aponta que novos modelos de negócios surgirão com o 5G. Entre eles, cita o Operador Móvel Virtual (MVNO), que passará a ser “plug and play”.

As teles se debruçam sobre os termos do compartilhamento de 2G, 3G e 4G em cidades com menos de 30 mil habitantes. Presidente da Vivo anunciou também acordo com American Tower em MG e modelo de franquia para ISPs regionais.

Em um ano, 11% das cidades que antes tinham apenas uma prestadora de telefonia móvel passaram a contar com ofertas de quatro empresas.

Executivo ressalta que acordo dessa vez é maior e mais agressivo que o RAN Sharing firmado com TIM e Oi em 2015, que previa compartilhamento no espectro de 2,5 GHz. Defendeu o compartilhamento como forma de acelerar a expansão das redes no país.

Para o órgão antitruste, operação tem potencial para trazer riscos à concorrência, apesar de ser comprovados os ganhos de eficiência

Operadora inicia remanejamento do espectro de 2,1 GHz por Teresina, no Piauí. Executivos da empresa esperam ativação dos 700 MHz em São Paulo ainda neste mês.

A Anatel autorizou hoje, 12, o compartilhamento das frequências de 2,5 GHz e 1,8 GHz entre Oi e TIM

Foto do presidente da Nextel, Roberto Rittes, diante do logo da empresa

Roberto Rittes, presidente da empresa, diz que acordo de compartilhamento de rede com a Vivo para operar em outras partes do país ficou caro, o que impede a empresa de ser mais agressiva fora do Sudeste.

Operadora deve encerrar este mês litígio com a TIM e avança acordo de infraestrutura com a Vivo