Notícias com o tag

PTT


Para enfrentar o aumento de tráfego entre Belo Horizonte de São Paulo, a Cemig Telecom investiu no aumento da capacidade do trecho Pouso Alegre-Cotia. Este é um dos três projetos de infraestrutura de 2017.

Conforme Abraao Silva, a Anatel não quer regular a troca de tráfego entre Netflix e Vivo, por exemplo, mas entre Vivo e TIM,

TIM acha que o mercado de EILD continua não sendo competitivo e Claro quer menos segmentos regulados.

Provedores de acesso e de conteúdo deverão pagar taxas a partir de julho de 2017 nos pontos de São Paulo e Rio de Janeiro. Valor poderá variar de R$ 115 a R$ 5,5 mil a porta por mês.

A Anatel aprovou hoje, 24, para consulta pública, a nova versão do Plano Geral de Competição (PGMC). Como novidade, cria o mercado relevante de dados em alta capacidade e de conectividade IP. Isso significa que as operadoras de telecom com poder de mercado terão que fazer ofertas de preço isonômicas e transparentes para todo o mercado. E terão novas obrigações. Entre elas, a agência pretende ampliar a obrigação de conexão de PTTs (que hoje está restrita a um PTT por DDD), mas antes quer definir qual seria o PTT merecedor dessa conexão obrigatória.

O grupo já conseguiu atrair o Google, que deve levar seu conteúdo para o estado, e tenta envolver a prefeitura no projeto.

Rota é a primeira a abranger Norte e Nordeste. Até lá, provedores da região precisam recorrer a PTTs do Sudeste e Sul do país.

Desde janeiro, está em operação na capital sergipana, na Emgetis, a empresa estadual de TICs, um Ponto de Troca de Tráfego. O objetivo é que o NIC.br assuma a operação.

Empresas se comprometem a transmitir quantidades iguais, em distâncias equivalentes, de dados através de suas redes.

Anunciado este mês, a novidade está movimentando o mercado de provedores que querem chegar aos PTTs para trocar tráfego, sem precisar investir em infraestrutura.