Notícias com o tag

orçamento


Os limites foram estabelecidos para todos os funcionários do governo federal. Somente ministros, e funcionários DAS 5 e 6 (os de mais alto escalão) e outros com autorização especial poderão ter o aparelho. Os limites irão variar entre R$ 500 a R$ 150 ao mês. Quem extrapolar, paga do próprio bolso.

Entidade afirma que, nos últimos anos, política de desoneração fez o mercado cinza encolher, aumentou o número de consumidores de tecnologia. Diz, ainda, que mudança terá impacto na geração de empregos.

Conforme estimativas do Ministério da Cultura, de R$ 1 bilhão a serem repassados pelo setor de telecomunicações, o fundo do audiovisual deverá conseguir liberar R$ 600 milhões até o fim do ano.

O Ministério da Cultura publicou hoje, 19, os limites de gastos para este ano, após os cortes orçamentários estabelecidos pelo Ministério da Fazenda.

Até semana que vem deverá estar definido um plano estratégico, com metas de faturamento.

No caso das telecomunicações, Paim acrescentou mais R$ 2,48 bilhões nas receitas com as concessões e permissões (que ficam na rubrica do Fistel, Fundo de Fiscalização das Telecomunicações), principalmente devido ao leilão da 4G, realizado em setembro deste ano pela Anatel. O deputado considerou que nem todo o dinheiro arrecadado no leilão de 700 MHz (R$ 5,85 bilhões) seria pago este ano.

Assim como tudo na saúde, os números do DataSUS também são aos milhões. Hoje, existem nos sistemas da saúde pública mais de 250 milhões de registros. Só que podem ser registros duplicados, registros que não identificam o paciente, ou que indentifica errado. E este é um dos maiores esforços do sistema de saúde do Ministério: limpar a base, conseguir identificar cada um dos cidadãos brasileiros como um usuário do sistema de saúde. Para isto, informa o diretor do DataSUS, Augusto Gadelha, prepara-se para abrir seus sistemas para todos os municípios brasileiros, para que eles alimentem e se alimentem das informações que existem na base nacional. “Isto é o cartão da saúde”, assinala ele, lembrando que a mídia é o que menos importa, mas sim a interligação das informações corretas é que vai dar segurança ao brasileiro.