Notícias com o tag

leilão de sobras


Rede atende, em fase de testes, bairros da zona rural das cidades de Ouro Fino e Inconfidentes. Plano é completar a cobertura com LTE de 54 cidades até dezembro.

O provedor vai ter apenas que instalar as antenas e se conectar à rede da Surf Telecom. Ela vai cobrar por usuário conectado.

Foram adjudicadas (autorizadas a transferência) hoje,2, frequências de 1,8 GHz, 1,9GHz e de 2,5 GHz. Contratos devem ser assinados em breve.

A comissão de licitação da Anatel publicou hoje, 19, no Diário Oficial da União, o aviso de Adjudicação das melhores propostas de preço que venceram o leilão de sobras de frequência realizado pela agência em 17 de dezembro do ano passado. A banda C foi destinada exclusivamente para os pequenos provedores de internet

A Anatel retomou hoje,16, o leilão de venda de sobra de frequências de 1,8 GHz, e 2,1 GHz em TDD e FDD com a divulgação da lista das empresas sem problemas de documentação e com problemas a serem resolvidos antes da confirmação de todos os vencedores. As proponentes dos lotes A e B foram declaradas habilitadas pela Anatel, pois não apresentaram problemas de documentos (são as grandes empresas Claro, Vivo, Nextel e TIM). Mas na disputa pelo lote C, das 342 pequenas empresas que participaram apenas 30% conseguiram se habilitar. As demais serão convocadas para apresentarem a documentação correta.

“O leilão superou as expectativas”. Com essa avaliação, o presidente da Anatel João Rezende, apresentou hoje,21, os números (quase) finais do leilão de faixas de 1.800 MHz, 2.500 MHz (em FDD e TDD) e 1.900 MHz em (TDD), realizado na semana passada. Com a venda dos lotes A e B (faixas de 1,8 GHz e 2,5 GHz em FDD) a agência arrecadou R$ 762,6 milhões. Com a venda do lote C (faixas em TDD municipais), foram arrecadados mais R$ 89,9 milhões – ágio médio de 99,4%.

A Sky, sua subsidiária perdeu todas as disputas por frequências em São Paulo e cidades próximas de Brasília.

Apesar do pleito da Associação Brasileira de Provedores de internet e telecomunicações (Abrint), de adiamento do leilão de sobras de frequências (faixas de 1,8 GH, 1,9 GHz, 2,5 GHz em FDD e TDD), a Anatel deve manter o cronograma estabelecido no edital já publicado: dia 10, última data para a entrega dos envelopes de qualificação e proposta de preço. Dia 17 de dezembro, abertura das propostas, divulgação dos resultados dos lotes A e B e dos classificados do lote C.

Faltou tempo para provedores regionais estudarem o edital e formularem planos de negócios, reclama a entidade.

Segundo o presidente da Anatel, João Rezende, o objetivo do leilão das faixas de 1,8 GHz, 2,5 GHz, e 1,9 GHz (FDD e TDD) não é o de arrecadar, mas o de ampliar a infraestrutura de banda larga no Brasil e disse que os provedores regionais poderão oferecer serviço de VoIP com o espectro que vão comprar.