Notícias com o tag

leilão de 700 mhz


Termina nesta sexta, 1°, o prazo para que as empresas de celular e as emissoras de TV apresentem os projetos à Anatel para o uso de cerca de R$ 800 milhões que estão sobrando com a conclusão da digitalização dos sinais de TV. O presidente do Gired, Moisés Moreira, quer aguardar pela manifestação da AGU sobre a disputa.

Único reparo feito diz respeito a exigência de conteúdo local que, na opinião do órgão, “pode se erigir barreiras a entradas no setor”

Empresa espera os detalhes do leilão, que deve ser feito pela Anatel neste ano, para levar proposta aos futuros novos sócios.

O conselho diretor da Anatel decidiu, em circuito deliberativo, negar o pedido de prorrogação de prazo para o pagamento da terceira parcela devida pelas operadoras de telefonia móvel à Entidade Administradora do Processo de Redistribuição e Digitalização de canais de TV e RTV (EAD).

Em circuito deliberativo, a Anatel aprovou na noite de sexta-feira, 19, autorização para que as operadoras de celular Algar, Claro, TIM e Vivo adiassem, por um ano, o pagamento da segunda parcela da limpeza da frequência de 700 MHz, que venceria no domingo, dia 31 de janeiro. Esse pagamento, de mais de R$ 1 bilhão, ficou adiado para 31 de janeiro de 2017 porque a agência entendeu que a mudança no cronograma do calendário da TV digital promovida pelo Ministério das Comunicações, que adiou o desligamento da TV analógica da maioria das cidades para a partir de 2017, alterou também as condições do contrato.

Fontes de três operadoras de celular confirmaram hoje ao Tele.Síntese que vão procurar a justiça contra o valor maior que receberam da Anatel pelo que deveriam pagar pela faixa de 700 MHz, cuja assinatura do contrato foi marcada pela agência para o próximo dia 5 de dezembro. E, ao contrário do que informa hoje o jornal Folha de S. Paulo, o governo vai arrecadar este ano o principal de R$ 4,9 bilhões do leilão, porque as operadoras não têm a intenção de não pagar o que ofereceram na disputa, só questionam o valor a mais de R$ 186 milhões que a agência está cobrando.

O CFO da empresa, Alberto Aguirre, confirmou o pagamento integral do espectro e espera fazer o desembolso até dezembro. Conforme antecipou o Tele.Síntese, todas as empresas deverão pagar em uma única parcela ao governo.

Orelhão da Oi terá WiFi em Florianópolis

O mercado assimilou melhor a ausência da Oi do leilão 700 MHz porque aposta na consolidação, que pode ser até com a Nextel. Mas a situação da concessionária ficará ainda mais difícil sem esta banda.

Presidente da operadora disse que o fato relevante da Oi foi recebido com estranheza pela controladora Telecom Italia

frequencia 03

O diretor-geral da operadora, Paulo Cesar Teixeira, destacou hoje para os analistas de mercado, quando da divulgação dos resultados do semestre da companhia, que a empresa que dirige tem a maior quantidade de espectro em baixas frequências, principalmente na faixa de 850 MHz.