Notícias com o tag

leilão 5G


A nova proposta prevê o deslocamento das TVROs para a faixa de 3,8 GHz, e com isso seria necessária apenas uma nova sincronização dos conversores das TVs por parabólica, sem necessidade de migração para a banda KU ou instalação de filtros. Mas a nova proposta de edital, a ser apresentada no dia 12, não deverá abordar esse assunto, por mais segurança.

José Luiz Pelosini, vice-presidente, diz que a Americanet vai participar do leilão caso mantida a modelagem atual, em que há um bloco reservado para empresas menores

Para Ericsson, o custo do atraso da implantação da tecnologia afetará toda a cadeia, sobretudo o varejo

A empresa poderá atuar como fornecedora de tecnologia 5G, de software ou como integradora de soluções, dependendo da definição final de espectro que será utilizado no país

O CEO da Vivo, Christian Gebara, prefere que o leilão tenha regras bem definidas, que não desfavoreça os investimentos das grandes operadoras, que os objetivos de cobertura sejam realistas com as necessidades do país, e que os lotes de espectro sejam favoráveis para a digitalização.

Para Pietro Labriola, participação dos provedores regionais também precisa de revisão, uma vez que no 5G uma implantação de pequena escala pode não ser viável.

Pequenos e entrantes poderão adquirir espectro em 3,5 GHz através de disputa conhecida como “beauty contest”, em que a promessa de mais obrigações entregues leva as frequências. As grandes que já operam serviço móvel no Brasil serão obrigadas a disputar lances por preço, construir redes de transporte de alta capacidade e resolver a interferência sobre a TVRO.

Campelo disse que o edital deverá trazer equilíbrio entre o interesse do Ministério da Economia, que quer arrecadar mais recursos, e do setor, que prefere que o dinheiro seja gasto nas redes de telecom. Afirmou que teme pela divisão das frequências em blocos muito pequenos. Não vê problemas em reservar espectro para os ISPs e não sabe se Anatel consegue fazer o CCA

Para Eurico Teles e Rodrigo Abreu, respectivamente presidente e COO da Oi, plano estratégico apresentado em julho coloca a operadora nos trilhos para retomar o crescimento. Nesta entrevista, os executivos reafirmam a importância do segmento móvel, os prazos de venda de ativos não estratégicos, apontam para participação no próximo leilão de espectro e manutenção do capex em R$ 7 bilhões também em 2020.

Designed by Freepik

Segundo Rodrigo Abreu, empresa vai superar meta do plano estratégico e fechar o ano com 5 milhões de domicílios aptos a assinar banda larga por fibra óptica da companhia. Eurico Teles conta que a Oi deve partir para a compra dos 700 MHz e outras frequências.