Notícias com o tag

EAD


Regulamentação TV Paga

Ibope constatou que 78% dos lares da cidade de Rio Verde, o município goiano escolhido para ser o piloto do switch off da TV analógica, continuariam a receber os sinais de TV, caso fossem desligados os canais de TV analógicos. Mas informava também que 70% das residências que utilizam o sinal terrestre, só 49% tinham condições de receber o sinal digital. Para que o desligamento se confirme, é necessário que 93% das casas estejam aptas a receber o sinal de TV digital.

O presidente da EAD, Antonio Carlos Martelleto, defende que mesmo com mudanças no cronograma, o teste de Rio Verde, deva continuar na data prevista, em 29 de novembro.

O presidente da EAD, Antônio Carlos Martelleto, admitiu hoje, 31, que precisará reavaliar o critério da pesquisa aplicada na primeira cidade que terá o desligamento da TV analógica.

Segundo o presidente da EAD, pelo menos 4 milhões de famílias terão que comprar um conversor ou um novo aparelho de TV para receber o sinal de TV digital no próximo ano. O conversor será distribuído para 1,5 milhão de famílias em 2016.

O grupo que conduz a implantação da TV digital no país (Gired) decidiu hoje,22, também que a distribuição de conversores subsidiados na cidade de Rio Verde, a primeira cidade a ter a TV analógica desligada, se dará em um único ponto de distribuição.

A EAD já lançou pedido de oferta de preço aos fabricantes, que deverão se manifestar em um mês.

A empresa criada pelas operadoras de celular para tocar o processo de desligamento da TV analógica, poderá ter mudança de diretor executivo a cada 12 meses.

Conforme o conselheiro Rodrigo Zerbone, Brasília e a cidade do Rio Verde, em Goiás, começam na mesma data o anúncio do desligamento da TV analógica.

A TIM acredita que as negociações no âmbito do EAD (Entidade Administradora da Digitalização), entidade que será criada para operar a limpeza da faixa de 700 MHz hoje ocupada pelas emissoras de TV, poderão levar à antecipação da entrada em operação do serviço 4G nesse espectro. “O prazo de 12 meses que foi estabelecido é o prazo máximo, mas podemos antecipá-lo”, observou Rodrigo Abreu, presidente da operadora.

Em um grande número de cidades, não é preciso fazer o desligamento dos canais de TV analógica, apenas o remanejamento dos radiodifusores que estão na faixa de 700 para frequências mais baixas, o que antecipa o ingresso da banda larga 4G nesses municípios. ”É do interesse de todos que esta antecipação possa acontecer, para liberar o espectro, para que esta infraestrutura possa ser instalada”, afirma Rodrigo Zerbone