Notícias com o tag

cartão indutivo


No lugar do regulamento será ditada lista de requisitos técnicos de produtos de telecomunicações.

No lugar do regulamento de 2007, uma Lista de Requisitos Técnicos de Produtos para Telecomunicações capaz de absorver novos produtos com novas tecnologias.

orelhao 02

Devido à drástica redução no uso de orelhões, não existe mais no Brasil qualquer fabricante do cartão indutivo, o cartão com a tecnologia nacional que é usado aqui. Depois da tentativa frustrada de usar a alternativa do calling card. Ou o cartão de chamada, cuja consulta pública foi lançada em fevereiro do ano passado, e depois engavetada, há muito a Anatel devia uma solução para esse dilema, que parece estar surgindo agora com essa consulta pública.

Com a constatação de que o usuário teria que digitar entre 8 a 14 números antes de cada chamada, as operadoras estão atrás de outra solução para substituir o cartão indutivo.

A Anatel lançou consulta pública e vai realizar audiência pública em Brasília no próximo dia 11,quarta-feira, sobre a proposta de Substituição do Meio de Pagamento Básico dos Telefones de Uso Público (TUP) apresentadas pelas concessionárias do STFC”. Um nome longo para uma única pergunta: o que deve substituir o cartão indutivo hoje usado? Na verdade, se alguém pensava que poderia haver inúmeras opões para o pagamento das ligações feitas pelos TUPs (Terminal de Uso Público), com ficha, cartão de crédito (opção inviável, por ser ser caríssima a mídia), ou mesmo o retorno das moedas. Bem, não é isso que está na mesa. As cinco concessionárias (Oi, Telefônica Vivo, Embratel, Sercomtel e Algar Telecom) apresentaram como proposta para substituir os cartões indutivos pelo calling card. Ou o cartão virtual.

Concessionárias poderão veicular publicidade nos orelhões e utilizar novas formas de pagamento em substituição ao cartão indutivo.

Anatel também aprovou a substituição do cartão indutivo por outros meios de pagamento, incluindo cartão de crédito.