Notícias com o tag

Bayard Gontijo


A Oi lança em 30 de março, em todo o Brasil, o seu pacote quadruple play e muda a marca, com um novo posicionamento. Com os novos planos Oi Total a operadora leva o bundle no serviço e no atendimento. O CEO da operadora, Bayard Gontijo, ressaltou que a Oi decidiu fazer essa mudança agora porque entende que deve tocar o operacional da empresa independente da reestruturação da dívida. “Não precisamos esperar nada para transformar a companhia”, afirmou o executivo.

O presidente da Oi, Bayard Gontijo, afirmou hoje, 24, durante a conference call de divulgação dos resultados de 2015, que a empresa estima que no primeiro semestre deste ano estejam concluídas as propostas de reforma do modelo regulatório, com a eliminação de várias obrigações para a concessionária e a aprovação do primeiro TAC (Termo de Ajustamento de Conduta), no valor de R$ 1,2. Segundo Gontijo, outros dois TACs estão sendo elaborados e virão logo após a conclusão desta primeira etapa. Quanto à reestruturação da dívida, o executivo afirmou que não há novidades frente ao que foi comunicado ao mercado.

Para Bayard Gontijo,o investidor quer previsibilidade e estabilidade das regras e ele entende que no caso das concessões há muitas questões em abertas, entre elas, o que fazer com os sete mil imóveis da Oi?

Para o advogado Floriano Marques de Azevedo, a Lei Geral dá a Anatel competência para alterar as regras da concessão. Debate sobre o tema polariza painel de abertura do 59º Painel Telebrasil. Amos Genish, presidente da Telefônica Vivo, disse esperar que a Anatel mude de posição e Bayard Gontijo, presidente da Oi, afirmou que qualquer que seja o caminho, a mudança da concessão tem que ser urgente, pois suas obrigações oneram as concessionárias com exigências que não beneficiam mais a sociedade e tiram investimentos em serviços de que a população necessita, como banda larga.

O presidente da Oi, Bayard Gontijo, disse hoje aos analistas que conta com o dinheiro da PT ainda neste semestre. E avisou que ainda tem torres e ativos africanos para vender.