Notícias com o tag

angola cables


OTTS, cabos submarinos, data centers, IoT, 5G: a evolução do setor de telecomunicações terá efeitos nos países em desenvolvimento, abrindo grandes oportunidades.

Empresa de TI do Ceará terá acesso a ambos os cabos e ao data center da Angola Cables.

SACS, da Angola Cables, foi ativado há duas semanas. Órgãos de pesquisa de Brasil e EUA estão entre primeiros clientes.

O cabo submarino foi construído pela NEC Corporation para a Angola Cables, ligando Sangano, na Angola, a Fortaleza, no Brasil.

Tannat liga Brasil a Uruguai, e Júnior reforça tráfego entre São Paulo e Rio de Janeiro. Ambos se conectam ao Monet, que vai até os EUA.

Rafael Pistono deixa de ser CEO e passa a integrar o conselho da operadora. Regina Menezes vai comandar a filial, como diretora-geral.

Com o negócio, empresa angolana conseguirá entregar serviços de tráfego submarino no interior dos EUA.

A previsão para início das operações do cabo está mantida para o primeiro semestre desse ano.

A partir de 2018, com a inauguração do cabo SACS, que liga Angola ao Ceará, e do data center, localizado em Fortaleza, ambos, previstos para o primeiro semestre, o Brasil passa a ser prioridade para a operadora de cabo submarino, tanto quanto o continente africano. É o que revela, nesta entrevista, seu CEO, António Nunes.