TAC da TIM deve ser aprovado em junho


Os investimentos da TIM no valor de R$ 630 milhões, fruto do Termo de Ajuste de Conduta (TAC) assinado pela operadora com a Anatel e já provados pelo Tribunal de Contas da União (TCU) deverão ter o sinal verde do conselho diretor da agência na próxima reunião do colegiado, marcada para 18 de junho.

O acordo, aprovado pelo TCU no dia 11 de março, foi retirado de pauta da reunião de ontem, 28, a pedido do relator do processo, conselheiro Carlos Baigorri. Ele disse ao Tele.Síntese que havia solicitado algumas diligências, mas que não houve tempo hábil para a área técnica concluir o levantamento, e, que por isso, adiou a sua apresentação.

PUBLICIDADE

Investimentos

O acordo prevê implantação de telefonia móvel (SMP) em 4G em 369 municípios que atualmente possuem banda larga móvel em tecnologia 2G ou 3G, mas sem a prestação desse serviço por outra operadora. Sendo possível a cobertura de mais de uma localidade dentro de um mesmo município, deverão ser atendidas: 356 sedes de municípios com população inferior a 30 mil habitantes que não possuem 4G; e 18 distritos não sede que também não possuem 4G.

Anterior Telefônica vai distribuir mais R$ 2,19 bi em dividendos
Próximos Grandes operadoras adicionam quase 169 mil clientes na fibra óptica em abril