Suporte: na Oi, técnico virtual já soluciona quase metade das solicitações


shutterstock_K-Kwan-Kwanchai_abstrata_geral_regulacao-720x320A Oi atingiu em dois meses a marca de 350 mil usuários do Técnico Virtual, ferramenta que permite ao cliente identificar e resolver problemas na utilização do telefone fixo e da banda larga sem precisar falar com um atendente. Somente em junho, 43% das solicitações registradas nas ligações para o suporte técnico da Oi foram solucionadas pelo Técnico Virtual, sem precisar de contato telefônico do cliente com um atendente físico. O serviço foi lançado em maio e faz parte da estratégia de digitalização da companhia, que tem como foco facilitar a vida do cliente e gerar ganhos de produtividade.

Os casos solucionados diretamente via aplicativo evitaram 583 mil chamadas para o atendimento da Oi. Isso representou para a companhia uma economia, em dois meses, de cerca de 10% do custo de chamadas ao suporte técnico. O Técnico Virtual dá autonomia e comodidade para o cliente identificar problemas e realizar a maior parte dos reparos que podem ser necessários em seus serviços de telefonia fixa e internet banda larga, sem precisar ligar para o atendimento. Através de um fluxo automático de consultas e ações sobre a rede, ele realiza o autoatendimento com agilidade.

A Oi vai ampliar as funcionalidades do serviço e, a partir deste mês, o Técnico Virtual passará a ter agendamento online para serviços de banda larga e para a troca de senha do Oi WiFi na casa dos clientes. O serviço em breve será estendido para clientes Oi TV.

Desde que foi lançado, o Técnico Virtual registrou 400 mil downloads – o serviço pode ser acessado também a partir da Minha Oi, plataforma de autoatendimento da Oi, disponível para web (versão desktop e mobile) e via aplicativo. (Assessoria de Imprensa)

Anterior Receita do Google com publicidade cresce 18% no trimestre
Próximos Samsung lança versão do Galaxy S8+ com dobro de memória no Brasil

7 Comments

  1. 25 de julho de 2017

    Dado o péssimo currículo dessa concessionária, só vendo para crer! Se o atendimento humano e a manutenção de campo é péssima, imagine o atendimento virtual!

  2. 25 de julho de 2017

    Pura mentira da Operadora Oi, infelizmente tenho telefone da Oi porque outras operadoras não sobem no outeiro da Glória, na cidade do Rio de Janeiro, sempre que tenho problemas com o telefone preciso recorrer ao atendimento humano pois esse tão App “Oi técnico Virtual” não funciona, quando funciona são uma perguntas tão idiotas que fazem que parece até brincadeira, vc clica centezas de vezes em vários lugares no App pra enfim o App dizer que é melhor vc ser direcionado a um atendente. É pior que o atendimento humano. Resumindo, não funciona e não tem serventia nenhuma.

    • 26 de julho de 2017

      Uma empresa tem sua qualidade de prestação de serviço avaliada justamente naquelas situações onde o cliente sofre com problema persistente, repetitivo. Quando não dá a estes casos a atenção que merece seja porque se localiza em região com poucos assinantes, porque não quer investir trocando a rede externa, porque o caso é complicado, o técnico terceirizado é incompetente, desleixado, etc., significa uma empresa de fundo de quintal, não importa o tamanho.
      pelo número e teor das reclamações aqui pode-se avaliar a quantidade real. É a ponta de um gigantesco iceberg.
      Num país decente uma Oi não sobreviveria!

  3. Diego Silva
    26 de julho de 2017

    MENTIRA, esse técnico virtual não serve pra NADA, só reseta o sinal do Velox e avisa sobre alguma manutenção.

  4. Marcio Duarte
    26 de julho de 2017

    Em 2 meses 350mil clientes foram enrolados com esse tal de técnico virtual? Deve ser por esse mesmo motivo que as reclamações na anatel só vem caindo… Pura conversa fiada!

  5. Albert E.
    26 de julho de 2017

    As pessoas não têm paciência em conversar com máquinas e simplesmente desligam, aí os gênios contam como atendimento eficaz. Essa operadora não está no fundo do poço a toa!

  6. 27 de julho de 2017

    “Técnico virtual” supostamente é desenvolvido com inteligência artificial, conhecimento de ponta, de alta tecnologia em ciência de computadores. O que essa turma inventou foi a “Estupidez artificial”. Experimente ligar para reclamar. Ficarás horas escutando a tal atendente virtual te dar todas as centenas de opções que não te interessam. Falar com a atendente é opção que fica bem escondida apesar de por lei dever estar disponível no primeiro menu. Mas lei, ora, a lei. Essas concessionárias privadas (nos dois sentidos) estão acima da lei. Influenciam, com seu poder econômico ilegítimo, políticos, agências reguladoras, judiciário, etc., e conseguem o que querem.
    E a última dom papagaio é a tal recuperação judicial, blindagem encomendada sob medida por elas ao legislativo para dar o calote em seus credores e nada sofrer por uma administração pífia, fraudulenta e violadora dos direitos do consumidor e das obrigações do contrato de concessão.
    Portanto, caro comentarista, não “está no fundo do poço”. Estaria se operasse num país decente. Aqui, pleiteia desse governo golpista, mais uma mamata com a doação de milhões do patrimônio público, anistia e/ou parcelamento a perder de vista de suas dívidas milionárias e anistia das multas com a ANATEL e PROCON.