Startup paulista inova na gestão de cartões de crédito e débito


Montagem fotográfica: Bruno Glätsch / Pixabay

A startup paulistana Confere Cartões inovou na gestão financeira de cartões de crédito e débito ao criar um aplicativo para acompanhar todas as operações. O sistema de conciliação registra as transações de diferentes bandeiras para que o empreendedor acompanhe, em tempo real, quando e quanto irá receber.

“Chega de planilhas!”, promete a empresa, que se tornou neste ano finalista da primeira edição Brain Open, programa de aceleração do Centro de Inovação e Tecnologia da Algar Telecom, o Brain. Antes, a startup recebeu um aporte de US$ 50 mil da Oxigênio, uma parceria da Porto Seguro e da Plug and Play, do Vale do Silício. Também participou do Campus Residency, programa organizado pelo Google.

A startup aponta como diferencial dos concorrentes a oferta de serviços para pequenas empresas, a preços acessíveis, ampliando a automatização na conciliação de cartões de débito e crédito, tíquete de alimentação, iFood, Mercado Livre e e-commerce em geral. Há uma integração automática das máquinas com a conferência de taxas e pagamentos, desde a venda até o extrato bancário. De acordo com o posicionamento institucional da empresa, o objetivo é “transformar tarefas manuais e cansativas, porém necessárias, em um processo simplificado, transparente e automatizado que auxilia nos cuidados da saúde financeira de centenas de empresas”.

Tudo pode ser feito a partir de uma aplicação, sem precisar que o empresário tenha que entrar em contato com os bancos, individualmente, evitando a burocracia. A Confere Cartões já tem conexões com todas as empresas de cartão e traz as informações de forma imediata.

Economia de horas

Entre os serviços oferecidos pela startup estão o recebimento automático das operadoras, acompanhamento do fluxo de caixa, agenda de recebíveis, conciliação bancária e monitoramento de taxas. “Com esse sistema, os vendedores podem economizar pelo menos seis horas por semana ao invés de ficarem fazendo todo o processo de análise”, estima Ricardo Cici, co-fundador da Confere Cartões. “Temos recebido retorno positivo dos clientes. Agiliza o dia a dia, dando segurança e visibilidade ao fluxo de caixa”.

Para isso, a empresa cobra uma mensalidade que varia de acordo com o número de transações  e a quantidade de CNPJs  habilitados. A maior parte de seus clientes é formada por empresas de diversos segmentos, a exemplo de varejo, restaurantes, postos de gasolina e e-commerce.

Anterior Contas de mobile banking ultrapassam as de internet banking no país
Próximos D-Link lança dois reforçadores de sinal de WiFi

MENU

Voltar