Startup para profissional de medicina ganha aporte de R$ 60 milhões


 A Sanar,  medtech de  plataforma online de educação médica do país, fechou sua rodada da série B com um aporte de R$ 60 milhões, co-liderada pelos fundos de investimento DNA Capital e Valor Capital. A rodada contou também com a participação da Vox Capital e e.Bricks Ventures, investidores da Sanar na Série A.  Com os recursos, a startup irá ampliar seu quadro e fazer investimentos massivos em tecnologia.

Com atuação 100% online, a Sanar projeta ser, em quatro anos, a primeira empresa a estar presente em toda a jornada profissional dos médicos e outros profissionais da saúde. Hoje, a startup já possui clientes em mais de 5.000 cidades e 7 países como Argentina, Paraguai, Bolívia e Portugal.

PUBLICIDADE

“A nossa missão é oferecer todas as ferramentas para que os médicos se transformem em super médicos. A demanda por esses profissionais está crescendo e por isso eles deverão ser cada vez mais produtivos, humanos e precisarão ter acesso a conteúdo e educação de qualidade”, explica Ubiraci Mercês, CEO da Sanar.

Na visão de Antoine Colaco, sócio da Valor Capital Group, a startup pode transformar a saúde de maneira disruptiva. “A Sanar atende o profissional da medicina em vários estágios da carreira, fornecendo informações de alta qualidade e em múltiplas plataformas”.

O site conta com produtos para cada momento da jornada médica. Para estudantes, o SanarFlix, uma plataforma de educação com milhares de conteúdos criados pelos melhores professores do país. Para quem quer fazer as provas de residência, existe o curso preparatório Residência Médica Sanar. Para o dia-a-dia do médico, a empresa criou o Yellowbook, um app de orientação inteligente que ajuda na tomada de decisão rápida e confiável. (assessoria de imprensa)

Anterior Cade multa fabricantes de cabos subterrâneos e submarinos por formação de cartel
Próximos Empresa libera acesso a software de telemedicina para médicos até o fim da pandemia