Standard&Poor’s faz avaliação positiva de redução de dívida da Globo


A Standard & Poor’s Ratings Services colocou hoje em CreditWatch com implicações positivas os ratings de crédito corporativo ‘BB-’ da Globo Comunicação e Participações S.A. após o anúncio, feito ontem pela empresa, de que pagará antecipadamente, no dia 20 de outubro, cerca de US$ 200 milhões de sua dívida (serão quitadas notes sênior garantidas que teriam vencimento em 2011). …

A Standard & Poor’s Ratings Services colocou hoje em CreditWatch com implicações positivas os ratings de crédito corporativo ‘BB-’ da Globo Comunicação e Participações S.A. após o anúncio, feito ontem pela empresa, de que pagará antecipadamente, no dia 20 de outubro, cerca de US$ 200 milhões de sua dívida (serão quitadas notes sênior garantidas que teriam vencimento em 2011).

“A colocação na listagem CreditWatch reflete nossas expectativas de que a anunciada redução do endividamento, somada ao consistente fluxo de caixa operacional livre da Globo, fortalecerá significativamente seu perfil de risco financeiro”, disse o analista de crédito da Standard & Poor’s Ratings Services, Jean-Pierre Cote Gil. A expectativa da S&P é de que, agora, a Globo apresente, ao final de 2006, um índice de geração interna de caixa (Funds From Operations – FFO) sobre dívida total acima de 50% e de dívida total sobre EBTIDA num patamar próximo a 1,0x.
Caixa

Para fazer o pagamento antecipado, a Globo utilizará uma combinação de fluxo de caixa gerado por suas operações e os recursos depositados em sua conta reserva no valor de US$ 110 milhões. Assim que a transação for concluída, a dívida remanescente da Globo (aproximadamente US$ 650 milhões) será composta principalmente por seus bônus perpétuos de US$ 325 milhões, e por outras dívidas cujos vencimentos se concentram em 2012.

De acordo com a S&P, desde o término de seu processo de reestruturação de dívida em julho de 2005, a Globo já pré-pagou voluntariamente cerca de US$ 900 milhões de sua dívida renegociada (incluindo-se o pré-pagamento agendado para outubro de 2006), o que ratifica o comprometimento da empresa com a diminuição de sua alavancagem financeira.

Da Redação

Anterior Telemig Celular: promoção do Dia dos Pais
Próximos Será este o ano do bilhão de celulares?