Sony estuda implantar polo de multimídia no Brasil


A implantação do primeiro polo de produção de conteúdos multimídia do país pode ser ancorada pela Sony. A proposta foi formalizada pelo senador Walter Pinheiro (PT-BA), durante reunião na sede da empresa, em Miami, na última sexta-feira (11), que também contou com a participação dos presidentes da Sony no Brasil, Alberto Nicoli, e na América …

A implantação do primeiro polo de produção de conteúdos multimídia do país pode ser ancorada pela Sony. A proposta foi formalizada pelo senador Walter Pinheiro (PT-BA), durante reunião na sede da empresa, em Miami, na última sexta-feira (11), que também contou com a participação dos presidentes da Sony no Brasil, Alberto Nicoli, e na América Latina, T.C. Schultz, além do Gerente de Desenvolvimento de Negócios, Ricardo Ribeiro, e  do presidente da Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro (Softex), Ruben Delgado.

A reunião foi um convite da Sony do Brasil ao senador, no sentido de conhecer melhor as novas normas que regem o setor audiovisual no Brasil (PL 12.485/11). “Nessa reunião de prospecção do governo brasileiro, o senador Pinheiro fez uma detalhada explanação da lei e tratamos das novas oportunidades de negócios que poderá levar a Sony a se instalar no Brasil, com um polo multimídia, na Bahia, conforme convite feito pelo senador baiano”, afirmou Ruben Delgado.

A proposta, segundo Delgado, é ter neste polo de produção, além dos conteúdos audiovisuais, produções de diversos programas de entretenimento. “A Sony tem um polo de audiovisual na Colômbia. O que pretendemos instalar no Brasil é um polo multimídia, com grandes grupos como a Sony ancorando e levando junto diversas outras empresas de pequeno, médio e grande porte. A proposta é instalar este polo no Parque Tecnológico da Bahia, com produções de diferentes mídias – do audiovisual aos jogos e demais programas de entretenimento”, afirmou.

O senador Walter Pinheiro vai formalizar o convite para receber a delegação da empresa em visita técnica ao estado da Bahia, ainda este ano.(Da redação, com assessoria de imprensa)

Anterior Tráfego global em nuvem deve crescer 4.5 vezes até 2017, prevê Cisco.
Próximos Siemens Enterprise passa a se chamar Unify