SoftBank investe na fusão Intelsat-OneWeb


AlYah3 Earth RenderA SofBank, empresa de telecomunicações sediada em Tóquio e proprietária da Sprint, está investindo US$ 1,7 bilhão no projeto de fusão da Intelsat, empresa de satélite com sede em Luxemburgo, com a OneWeb, com sede em Londres e criada para operar satélites de órbita baixa (LEO) e fornecer banda larga em todo o globo. Anunciado esta semana, o acordo, que dará à SoftBank participação de 39,9% na nova empresa, deve ser concluído até meados do ano.

O acordo é avaliado em mais de US$ 13 bilhões, e está sujeito a um complicado arranjo de troca de dívida de US$ 3,6 bilhões da Intelsat. A OneWeb foi fundada em 2012 e cresceu com financiamento antecipado do Virgin Group, de Richard Branson, e um investimento minoritário da Intelsat, antes de ambos serem diluídos em pelo menos US$ 1,7 bilhão de outros investidores, incluindo o SoftBank.

Embora baseada em Londres, o maior centro de engenharia da OneWeb está no norte da Virgínia, e uma nova fábrica em Exploration Park, na Flórida, promete contratar cerca de 3 mil pessoas como parte de um investimento anterior da SoftBank. Intelsat e OneWeb têm uma grande presença no norte da Virgínia. As previsões são de que ela comece a operar em 2020.

A Intelsat vem enviando satélites para a órbita por muito mais tempo e hoje possui uma rede de banda larga que atende a milhares de organizações. Um comunicado de imprensa anunciando a combinação insinuou novas aplicações para a rede de banda larga global da companhia combinada, incluindo veículos conectados e infra-estrutura sem fio.

A empresa combinada, que ainda não foi nomeada, teria sede em Luxemburgo e continuaria a negociar na Bolsa de Valores de Nova Iorque. O diretor-executivo da Intelsat, Stephen Spengler, lideraria a empresa combinada, e Greg Wyler, fundador da OneWeb, comandaria a diretoria. (Com noticiário internacional)

Anterior PromonLogicalis agora é só Logicalis
Próximos América Móvil poderá ser obrigada a separar unidade fixa