Só smartphones garantem desempenho positivo da indústria de telecom no semestre


Não fossem os smartphones, o setor de telecom teria encolhido seu faturamento em relação ao desempenho realizado em 2013. A acentuada substituição dos aparelhos tradicionais pelos smartphones, que já respondem por mais de 70% das unidades vendidas, permitiu uma expansão de 10% do faturamento em relação ao primeiro semestre de 2013, segundo dados divulgados hoje (13) pela Abinee. O segmento de infraestrutura, no entanto, teve desempenho negativo. Encolheu 4% em relação ao faturamento de igual período de 2013. No total, a indústria de telecom faturou 7% a mais do que no primeiro semestre de 2013.

“O desempenho só foi positivo graças às vendas de aparelhos celulares, em função do processo de substituição dos aparelhos tradicionais pelos smartphones. Não acho que este é um fenômeno sazonal, em função da Copa do Mundo. Ele deve continuar, pois os  smartphones vêm caindo de preço e todos querem um celular com mais recursos”, analisa Aloizio Byrro, diretor da Abinee/Sinaees.

Mesmo que a indústria do setor de telecom feche o ano com expansão da receita em relação a 2013, como esperado, para o segmento de infraestrutura este será um ano difícil. Na avaliação de Byrro, as incertezas em relação à macroeconomia, comuns a todos os segmentos econômicos, somadas àquelas que envolvem o leilão da faixa de 700 MHz, já estão condicionando os investimentos das operadoras. Ele acredita que elas não vão chegar ao Capex de R$ 29 bilhões registrado em 2013. “Acho que haverá uma redução de cerca de 10”, pondera, informando que no primeiro trimestre de 2014 as teles investiram R$ 5 bilhões. “Ainda estamos aguardando os números do segundo trimestre”, diz.

PUBLICIDADE

A salvação

Os smartphones evitaram que o faturamento da indústria ficasse no vermelho em relação ao desempenho do primeiro semestre de 2013. No período, as vendas cresceram 27% (30% no primeiro trimestre e 25%, no segundo), e a estimativa da Abinee é que, no ano, o aumento seja de 20%.

No semestre, foram comercializadas 34,388 milhões de unidades de aparelhos celulares, sendo 70,5% de smatrphones e 29,5% de aparelhos convencionais. O crescimento das vendas de smartphones em relação ao primeiro semestre de 2013 foi de 70%. Já as vendas de aparelhos tradicionais registraram queda de 41% em relação ao mesmo período.

Anterior Associadas da ABTA deixam de estender ofertas para clientes antigos
Próximos Indústria eletroeletrônica patina no segundo trimestre e registra crescimento zero