Smartphone e TV em alta definição são os sonhos de consumo dos brasileiros em 2013


A compra de smartphones e HDTVs é intenção de 54% brasileiros, segundo pesquisa da Accenture da intenção de compra (os entrevistados tinham a opção de escolher mais de um aparelho) sobre aquisições de eletrônicos por consumidores de 11 países, principalmente com mercados emergentes (Brics). Os gastos estimados por pessoa com esses produtos no Brasil é de US$ 1,323 por pessoa, valor abaixo apenas previsto na China, de US$ 1,489.

Nos últimos 12 meses a média de gasto do brasileiro era de US$ 1,080 – uma evolução de 22,5%. De acordo com o estudo, os produtos que lideram a intenção de compra (chamados de Big 4) em 2013 são: smartphone (41%), PC (36%), HD TV (33%) e tablet (23%).

Para se ter ideia da evolução no consumo dos eletrônicos, 26% dos entrevistados (2009) em todo o mundo já possuíam um smartphone e em 2012 esse número saltou para 58%. Em 2009, 45% tinham uma HDTV, esse número foi para 62% em 2012. Por outro lado, alguns produtos sofreram com a evolução tecnológica. É o caso do celular, já que em 2009 84% dos entrevistados tinham o produto e em 2012 esse número caiu para 64%.

A câmera de vídeo digital e de foto digital também tiveram queda. O primeiro produto foi de 29% em 2009 para 26% em 2012. E o segundo foi de 84% (2009) para 68% (2012). O estudo analisou também o potencial por países de cada um dos produtos eletrônicos. Denominado Power Trend o resultado é calculado (em percentual) a partir da intenção de compra para os próximos 12 meses subtraindo o percentual do que foi adquirido nos últimos 12 meses e dividindo também pelo percentual do que foi adquirido nos últimos 12 meses.

No Brasil, três dos Big 4 lideram a lista. Tablet está em primeiro com 148,7% (média mundial: 85,7%) na classificação Power Trend, seguido pelo Bluray/DVD player com 136,2% (média mundial: 97,6%), HDTV com 113,5% (média mundial: 70%) e Smartphone com 111,7% (média mundial: 29,2%). A maior queda foi a do DVD player com -52,6% (média mundial: -27,5%). Quando questionados sobre a importância de conhecer as plataformas operacionais dos aparelhos eletrônicos, menos de 50% indicaram que é muito importante ter todos os aparelhos com o mesmo sistema operacional.

Quase 60% dos entrevistados também informaram que melhoraram a produtividade quando utilizaram os próprios devices para participar de conference calls e acessar ferramentas de colaboração.(Da redação, com assessoria de imprensa)

Anterior Oi supera a meta do ano e completa 2.440 municípios com ofertas PNBL em 2012
Próximos China Mobile faz transmissão ao vivo em rede TD-LTE