Slim não quer mexicano comprando ativos da América Móvil


Na semana passada a América Móvil anunciou sua decisão de reduzir a participação no mercado mexicano de telecomunicações para menos de 50%, seguindo  a nova legislação mexicana.

Embora ainda não tenha qualquer potencial comprador, especula-se que entre os interessados estaria a Telefónica, que atua no mercado mexicano de telefonia móvel, com a Movistar, e ocupa a segunda posição, com 19 milhões de clientes, bem atrás da Telcel, da América Móvil, com 98 milhões de usuários.

Especula-se também que a AT&T,antiga parceira do grupo, que teve que deixar sua participação por ter comprado a Sky/Direct TV também poderia ser outro comprador. Atuam ainda no mercado mexicano a Nextel e a Iusacell do empresário Salinas, do grupo de TV Televisa. Em entrevista à agência Reuters, Carlos Slim afirma que não tem preferência pelo comprador, mas não acredita que será mexicano.

Anterior Mercado pede queda de dirigentes da PT a diz que Previ saiu do negócio há tempos
Próximos Conversor vai usar força da TV para levar banda larga à baixa renda, afirma Barbosa