Como ficou o distrito após a passagem da onda de lama. (Foto: Divulgação Bombeiros MG)

O distrito de Bento Rodrigues logo após o rompimento de barragem de detritos da companhia Samarco, há dois anos, em Minas Gerais. (Foto: Divulgação Bombeiros MG)

O sistema de envio de alertas de desastres naturais por SMS começa a funcionar no estado de São Paulo a partir desta quinta-feira, 16. O sistema está sendo instituído pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

A convocação para que os moradores participem do programa será feita pela seguinte mensagem: “Defesa Civil Nacional informa: novo serviço de envio de SMS gratuito com alertas de área de riscos. Para se cadastrar responda para 40199 com CEP de interesse”.

Ao fim do cadastro, o usuário é informado que o celular está apto a receber alertas de inundações, alagamentos, temporais, perigo de deslizamentos de terra, entre outros, e recomendações da Defesa Civil. O serviço não tem nenhum custo para o cidadão e nem para o governo. Se o usuário desejar, é possível cancelar o recebimento dos alertas por mensagem de celular.

Os alertas são enviados pelo Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad) e pela Defesa Civil do estado e municípios. E, sempre será realizada campanha informativa nos meios de comunicação das cidades que contarão com o novo serviço. O acompanhamento executivo do serviço de alertas por SMS é feito pela ABR Telecom.

Cronograma

O serviço vai começar a funcionar a partir de 18 de dezembro, nos estados do Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Espírito Santo. A partir de 15 de janeiro de 2018, os moradores de Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Goiás passarão a receber o SMS de alerta de riscos. E, em 19 de fevereiro de 2018, será a vez do Distrito Federal, Mato Grosso e Tocantins.

Os demais estados – Bahia, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará, Piauí, Maranhão, Pará, Amapá, Acre, Amazonas, Rondônia e Roraima- serão inseridos no sistema em 19 de março de 2018.

O projeto começou em fevereiro deste ano com cerca de 500 mil moradores de 20 municípios de Santa Catarina. Outras cinco cidades do Paraná, com cerca de 100 mil moradores, passaram a contar com o sistema em junho.

Desde outubro, todos os moradores dos estados do Paraná e de Santa Catarina já podem cadastrar as linhas móveis para receber mensagens de alerta de desastres naturais enviadas por SMS. No total, mais de 579 mil assinantes já utilizam o serviço. Esses dois estados receberam entre 8 de fevereiro e 10 de novembro 330 notificações de alerta com um total de 1,07 milhão de mensagens encaminhadas.

O serviço de alerta de desastres naturais já é utilizado no Japão e outros 20 países, entre os quais Canadá, Chile, Bélgica e Filipinas contam com serviços semelhantes.