Setor de telecomunicações crescerá 21% em 2010, prevê Abinee.


Levantamento da Abinee junto às suas associadas aponta que o setor de telecomunicações deverá apresentar crescimento de 21%, em 2010. Após ter amargado retração de 19% em 2009, a expectativa para o ano novo deverá se confirmar em função do Plano Nacional de Banda Larga, que visa massificar a internet rápida para todos os pontos …

Levantamento da Abinee junto às suas associadas aponta que o setor de telecomunicações deverá apresentar crescimento de 21%, em 2010. Após ter amargado retração de 19% em 2009, a expectativa para o ano novo deverá se confirmar em função do Plano Nacional de Banda Larga, que visa massificar a internet rápida para todos os pontos do país, até os mais remotos. Estima-se que o plano vai envolver recursos de cerca de R$ 40 bilhões nos próximos 3 anos. Além disso, está na mira da indústria de telecom a possível definição do marco regulatório para a 4ª geração de telefonia móvel e de transmissão de dados sem fio. Segundo o diretor da Abinee, Paulo Castelo Branco, a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016 exigirão que o Brasil já tenha a 4ª geração.

Cai participação das exportações

Com o câmbio desfavorável e o mercado internacional retraído, as exportações do setor eletroeletrônico fecharam 2009 em US$ 7,2 bilhões. "Este valor corresponde a 12,8% do faturamento das indústrias do setor, e vem caindo ano a ano", comenta o presidente da Abinee, Humberto Barbato.

Segundo ele, em 2002, a participação das exportações era de 22,9%, o que significa uma queda de 45% em sete anos. "Se nada for feito para tornar nossos produtos competitivos, a participação deverá cair para cerca de 10%, em 2010", prevê Barbato. (Fonte: assessoria de imprensa)

Anterior Hughes tem novo diretor comercial
Próximos Polícia Federal versus Telefonia Rural: o embate pelas ondas de 450 MHz.