SET quer apoiar TVs universitárias em migração para sistema digital


A Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão (SET) assinou um convênio de cooperação tecnológica com a Associação Brasileira da Televisão Universitária (ABTU). O acordo prevê a troca de informações entre as duas instituições para a transição da televisão analógica para a digital.

Segundo Olímpio José Franco, presidente da SET, a assinatura do convênio é muito importante porque os novos formatos de produção de conteúdo de televisão exigem apoio pontual dos engenheiros e da parte técnica. “Hoje, para se fazer televisão é necessário uma simbiose de expertises, tanto tecnológica quando de produção de conteúdo”, destacou. “O desafio dos novos formatos é algo que temos de enfrentar e essa união deverá acarretar num saldo muito positivo.”

Para Fernando Moreira, presidente da ABTU, a aproximação dos dois setores é necessária para o desenvolvimento das novas plataformas que a transição da televisão analógica para a digital exige. Criada no ano 2000, a ABTU produz televisão educativa e cultural com o objetivo de fazer com que o conhecimento científico gerado nas universidades chegue ao público de forma rápida e eficiente em todas as tecnologias disponíveis de televisão: ondas eletromagnéticas (nas frequências VHF e UHF), cabo, satélite e Internet.

Anterior MiniCom vai pagar R$ 397,4 mil anuais por e-mail do Serpro
Próximos Novo Contrato de Concessão vai acabar com a "excursão" da tarifa e não mexe em área local