SES registra queda nos lucros


A operadora de satélites SES reportou hoje, 26, lucro de € 76 milhões no terceiro trimestre do ano. O valor foi 36% inferior ao registrado no  mesmo período de 2017. O resultado foi impactado pelo ajuste fiscal de quase € 40 milhões realizado em função da perda do satélite AMC-9, que sofreu anomalia em junho de 2017. O artefato ainda deveria funcionar até 2020.

A receita da companhia aumentou no terceiro trimestre, na comparação ano a ano. Foram reportadas vendas de € 488 milhões. O EBITDA ficou praticamente estável, em € 306,6 milhões (ante € 307,5 um ano antes).

Os resultados apresentados hoje também trazem influência negativa das variações cambiais. A câmbio constante, a receita teria crescido 2,4%, e o EBITDA permaneceria estável.

A receita por unidade de negócio mostra redução da demanda por serviços de distribuição de vídeo. A empresa registrou queda de faturamento com esse tipo de produto da ordem de 6%. O encolhimento foi compensado pelo aumento da demanda governamental (alta de 14%) e de serviços de conectividade (alta de 15,2%).

Segundo a empresa, a expectativa é que o atendimento a governos e a demanda por conectividade banda larga mantenha a tendência de crescimento desses segmentos nos resultados. Nos EUA, principalmente, a companhia fechou contratos para a oferta de conectividade usando os satélites de órbita média O3b.

Anterior Terreno baldio acirra divisão na Anatel sobre bem reversível
Próximos Ceará amplia benefícios para pequenos provedores