Serviços de comunicação crescem 0,8% em novembro


Os serviços de informação e comunicação cresceram 0,8% em novembro na comparação com o mês anterior, puxados pelo bom desempenho das telecomunicações (0,9%). Ante novembro de 2017, a alta foi de 1,2%, com o crescimento do desenvolvimento e licenciamento de programas de computador customizáveis; portais, provedores de conteúdo e outros serviços de informação na Internet; tratamentos de dados, provedores de serviços de aplicação e serviços de hospedagem na Internet.

De acordo com a pesquisa mensal de serviços, divulgada nesta quarta-feira (16) pelo IBGE, no acumulado do ano, esses serviços ainda apresentam queda de 0,7%, índice influenciado pelos tropeços apresentados pelas telecomunicações em meses anteriores. Esse segmento, apesar de apresentar alta em novembro, ainda está -10,8% do seu melhor desempenho, registrado em outubro de 2014.

Na comparação anual, os serviços de telecomunicações ainda registram queda de 2,6% e -2,3% nos últimos 12 meses. Os serviços de TI, que apresentavam resultados positivos até outubro, caíram 1,4% em novembro. Mas ainda apresenta forte alta na comparação com igual mês do ano anterior, de 9,4%; mais 5,5% no acumulado do ano e 5% nos últimos 12 meses.

Já os serviços de TIC caíram 0,4% ante outubro, mas cresceram 3,3% na comparação com igual mês de 2017. No acumulado do ano, a variação ficou negativa em 0,1% e +0,1% nos últimos 12 meses.

Os serviços de audiovisuais surpreenderam com a alta 6,4% em novembro em relação ao resultado de outubro. No mês anterior, esse segmento havia apresentado queda de 9,6%. Porém, na comparação anual a queda é de 10% (foi de 14,7% em outubro). No acumulado do ano o resultado ainda é negativo em 4,6% e -4% nos últimos 12 meses.

O desempenho dos serviços em geral foi de estabilidade (0%) na comparação entre novembro e outubro. Em relação a novembro de 2017, o volume de serviços cresceu 0,9%, quarta taxa positiva seguida, fato que não acontecia desde 2014, segundo o IBGE. O acumulado no ano variou -0,1%. Já o acumulado nos últimos 12 meses, ficou em -5,1%.

Anterior MPF questiona contrato da Via Direta no Amazonas
Próximos TIM ativa 4G na faixa de 700 MHz em mais 12 cidades de SP