Serviço de comunicação impactou negativamente o PIB de 2017


O PIB (Produto Interno Bruto) cresceu 1% em 2017 em relação a 2016, após duas quedas consecutivas, ambas de 3,5%, em 2015 e 2016. Nessa comparação, houve altas na Agropecuária (13%) e nos Serviços (0,3%), e estabilidade na Indústria (0%). O PIB totalizou R$ 6,6 trilhões em 2017, conforme dados divulgados nesta quinta-feira (1º) pelo IBGE.

Os serviços de informação e comunicação, por outro lado, tiveram impacto negativo de 1,1%, atividade que apresentou índice positivo só no quarto trimestre, chegando a 0,5%. Nesses últimos três meses o PIB cresceu 2,1% na comparação com igual período de 2016.

O PIB per capita variou 0,2% em termos reais, alcançando R$ 31.587 em 2017. A taxa de investimento em 2017 foi de 15,6% do PIB, abaixo do observado no ano anterior (16,1%). A taxa de poupança foi de 14,8% em 2017 (ante 13,9% no ano anterior).

Anterior Clientes reconhecem agilidade das fintechs mas mantém mais confiança nos bancos
Próximos Nubank capta US$ 150 milhões em nova rodada de investimentos