Sercomtel inicia processo de conversão pulso-minuto


A Sercomtel, que presta serviço de telefonia fixa e móvel no município de Londrina (PR), dá início hoje ao processo de conversão da cobrança de ligações locais entre telefones fixos de sua base de assinantes habilitados no Plano Básico. A conversão pulso-minuto atinge nesta primeira etapa 7.206 linhas, que terão sua contas tarifadas integralmente por …

A Sercomtel, que presta serviço de telefonia fixa e móvel no município de Londrina (PR), dá início hoje ao processo de conversão da cobrança de ligações locais entre telefones fixos de sua base de assinantes habilitados no Plano Básico. A conversão pulso-minuto atinge nesta primeira etapa 7.206 linhas, que terão sua contas tarifadas integralmente por minuto nos vencimentos que ocorrerão nos dias 3 e 7 de agosto.

No próximo dia 25, a prestadora faz a migração do sistema de cobrança para mais 35.438 linhas. Esses usuários começarão receber a conta tarifada por minuto nos vencimentos dos dias 10 e 15 de agosto. Na terceira etapa, programada para o dia 4 de julho, outras 21.864 linhas passam pela conversão. As contas convertidas nessa data serão faturadas para os ciclos dos dias 18 e 22 de agosto.

As demais 10.635 inscrições serão convertidas no dia 12 de julho e a cobrança pelo novo sistema de tarifação aparecerá para os assinantes nas contas a vencer em 26 e 30 de agosto. A Sercomtel conclui o processo de migração 19 dias antes do prazo máximo estabelecido pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que é 31 de julho.

As demais linhas da empresa que já são tarifadas por minuto (plano alternativo Perfil e Empresarial) não passarão por nenhuma alteração.

Opções para o assinante

Para substituir o Plano Básico tarifado em pulsos, os clientes podem optar por um dos dois planos estabelecidos pela Anatel: o Plano Básico por minutos, que dá direito a uma franquia de 200 minutos, em que a chamada começa a ser cobrada três segundos após o atendimento; ou o Plano Alternativo de Serviço de Oferta Obrigatória (Pasoo), onde a franquia é de 400 minutos, mas existe uma cobrança pelo completamento de chamada, além dos minutos utilizados, e o primeiro minuto é tarifado no momento em que a ligação é completada. Os valores dos minutos são diferenciados para cada plano.

O Plano Básico é recomendado para usuários que realizam chamadas mais curtas, e o Pasoo é indicado para quem faz chamadas mais longas ou utiliza conexão discada à internet. Todos clientes do Plano Básico por pulso serão migrados para o Plano Básico por minuto. Apenas aqueles que desejaram ter seus planos alterados para o Pasoo precisam ligar no (103 43) para informar sua opção e agendar a migração.

A partir do recebimento da primeira conta faturada em minutos, o cliente poderá visualizar melhor seu consumo, analisar e comparar valores. A qualquer momento poderá solicitar mudança de plano (Básico por Pasoo ou vice-versa), sem nenhum custo.

Comunicação da mudança

Com as contas que vencem este mês, e também nas de julho e agosto, a Sercomtel está anexando um comunicado com todas as explicações necessárias para o usuário entender as novas regras de faturamento, inclusive com os valores dos minutos que serão cobrados nos dois planos, de acordo com o horário de utilização.

Na última sexta-feira, 15, a Sercomtel começou a divulgar a mudança no sistema de tarifação nas emissoras de rádio, que irá até o dia 15 de julho. Nos jornais locais a empresa publicou um anúncio no último dia 1º, que se repetirá no dia 4 de julho. O cliente pode ainda se informar sobre os novos planos de tarifação da telefonia fixa na página da prestadora (www.sercomtelfixa.com.br) ou no serviço de atendimento 103 43. Nas lojas de atendimento também estão disponíveis folhetos com as explicações da mudança.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Sercomtel

Anterior FCC estabelece data para fim dos serviços análogicos nos EUA
Próximos Câmara abre CPI das telecomunicações