Sercomtel é autorizada a prestar o STFC em todo o Paraná


O Conselho Diretor da Anatel aprovou ontem a autorização para a Sercomtel ampliar seu serviço de telefonia fixa para todo o estado do Paraná. A matéria foi relatada pelo conselheiro Antônio Bedran e a operadora terá um prazo de 12 meses, após assinatura do termo de autorização, para oferecer o serviço em outros municípios onde …

O Conselho Diretor da Anatel aprovou ontem a autorização para a Sercomtel ampliar seu serviço de telefonia fixa para todo o estado do Paraná. A matéria foi relatada pelo conselheiro Antônio Bedran e a operadora terá um prazo de 12 meses, após assinatura do termo de autorização, para oferecer o serviço em outros municípios onde ainda não atua. Atualmente, a operadora presta serviços de telefonia fixa em Londrina e em mais seis municípios do Norte do Paraná.

Segundo o presidente da Sercomtel,  Mario Jorge de Oliveira Tavares, a estratégia da empresa, com a autorização, é se tornar uma operadora multisserviços nos municípios onde o grupo tem TV por assinatura MMDS (via microondas) e operação em pré-WiMAX. Segundo ele, a Sercomtel pretende expandir os serviços usando a rede de fibra da Copel, que tem 45% das ações da operadora – os 55% restantes pertencem ao município de Londrina.

Hoje, além de telecomunicações, a companhia opera em call center, por meio da Ask!, Internet (serviço restrito a Londrina); e TV por assinatura (por microondas – MMDS – em Maringá e via cabo em Osasco-SP e em São José-SC). Por meio da licença de SCM da Sercomtel Internet, a empresa também disponibiliza serviço de banda larga sem fio (com tecnologia pré-WiMAX) nas cidades de Maringá, Sarandi, Marialva, Mandaguaçu e Paiçandu, as mesmas onde o serviço da SMTV está presente. Também nessa localidade é ofertado o serviço de voz sobre IP. (Da redação)

Anterior Telco confirma recurso contra CVM
Próximos Conselho Consultivo da Anatel debaterá reversibilidade dos bens