Sercomtel anuncia banda larga pré-paga para linhas fixas


A Sercomtel começa a prestar para seus clientes em Londrina e Tamarana, no Paraná, o serviço de internet para linhas fixas pré-pagas. Batizado de internet e-conômica, usa a tecnologia ADSL e oferece 200 Kbps de velocidade, com mensalidade de R$ 29,90 ao mês. O acesso à rede é ilimitado, sem restrição de horário ou de …

A Sercomtel começa a prestar para seus clientes em Londrina e Tamarana, no Paraná, o serviço de internet para linhas fixas pré-pagas. Batizado de internet e-conômica, usa a tecnologia ADSL e oferece 200 Kbps de velocidade, com mensalidade de R$ 29,90 ao mês. O acesso à rede é ilimitado, sem restrição de horário ou de volume de tráfego de dados.

De acordo com o presidente da Sercomtel, Fernando Kireeff, 20% dos clientes da operadora que acessam a internet ainda o fazem por meio de conexão discada. Ele acredita em uma migração desses usuários para a banda larga pré-paga. “A partir de agora, esse público poderá acessar a internet de forma mais rápida e ao custo de menos de R$ 1 por dia”, observa Kireeff.
 
O presidente da Sercomtel acredita que a novo serviço vai atender a população que tem computador em casa, mas sem internet, e que não contratava o serviço por considerar os preços elevados. “Ao abaixar o preço, estamos derrubando a principal barreira que impede o acesso da população à internet rápida”, diz o executivo.

A instalação da internet e-conômica é gratuita. Para contratá-la, é necessário que o cliente tenha acesso ao provedor Sercomtel Internet ou a outro provedor credenciado pela operadora. O valor do provedor Sercomtel Internet será diferenciado – R$ 2,90 mensais – e dá direito ao cliente a um endereço de e-mail. Para novos logins, o assinante fica isento dessa taxa por 12 meses, mediante fidelidade.

Para quem for usar o novo serviço em linhas pré-pagas, é necessário fazer a inserção do crédito de R$ 29,90 a cada 30 dias. Se preferir, o usuário pode inserir o crédito apenas no mês que quiser usar a internet. (Da redação, com assessoria de imprensa)

Anterior Decisão sobre o plano de banda larga é novamente adiada
Próximos MPF/SP aciona Anatel para obrigar flexibilização da fidelização