Sercomtel amplia área de atuação


A Sercomtel quer deixar de ser uma operadora microregionalizada para se tornar um empresa estadual. Foi o que afirmou ao Tele.Síntese o presidente da companhia estatal, Gabriel Ribeiro de Campos. Para tanto, a empresa anunciou hoje, 23, uma parceria com outra estatal, a Copel (Companhia de Energia Eletrica do Parana), a fim de usar a …

A Sercomtel quer deixar de ser uma operadora microregionalizada para se tornar um empresa estadual. Foi o que afirmou ao Tele.Síntese o presidente da companhia estatal, Gabriel Ribeiro de Campos. Para tanto, a empresa anunciou hoje, 23, uma parceria com outra estatal, a Copel (Companhia de Energia Eletrica do Parana), a fim de usar a rede de fibra óptica desta, presente em mais 168 municípios, na qual foram investidos cerca de US$ 200 milhões.

“A rede da Copel estava subutilizada. Como somos sócios, resolvemos juntar as duas coisas”, comenta Campos.  Com isso, a Sercomtel já solicitou à Brasil Telecom a instalação de pontos de presença de interconexão (PPI – acesso remoto para entrada e saída de tráfego) em mais 56 cidades do Paraná.  O transporte das chamadas interurbanas, que sairão das regiões onde a Sercomtel instalará os novos PPIs, será feito pela Copel através de sua rede de fibras ópticas até Londrina.

Desta forma,  a Sercomtel pedirá também a abertura do CSP 43 (código de seleção de prestadora) para todas as localidades da região norte do estado onde serão ativados os novos PPIs. “A Sercomtel tem autorização da Anatel para explorar os serviços de telefonia fixa em toda região norte do Paraná, que compreende 97 municípios. Dos 56 novos PPIs, 30 estarão dentro dessa área”, comenta o presidente da companhia.

Campos também afirmou que terá maiores vantagens de custos de transporte de chamadas com a Copel em relação à Brasil Telecom, pelo fato de as duas serem estatais (E a Copel ser acionista da Sercomtel). Além disso, a operadora espera conseguir clientes para ligações interurbanas e internacionais, em especial órgãos do governo. “Por todas essas razões, teremos condições de oferecer preços competitivos.”, diz Campos.

Cidades
Cornélio Procópio, Apucarana e Rolândia serão as primeiras cidades onde a Sercomtel irá abrir o CSP 43.  A data de ativação está prevista para o final de junho. Na seqüência, virão as demais localidades. “Vamos fazer aos poucos, porque queremos oferecer qualidade”, destaca Campos.

Para conquistar clientes para a Sercomtel, a operadora irá utilizar diversas ações como envio de correspondência (mala-direta), telemarketing e visitas de consultores aos potenciais clientes.

Anterior Presidentes das celulares falam na CPI do Tráfico de Armas
Próximos Mais três modelos low end Nokia