Senado prorroga MP que isenta tablets


O Senado prorrogou por mais 60 dias a validade da Medida Provisória (MP) que reduz a zero as alíquotas de contribuições para o PIS/ Pasep e para a Cofins sobre a importação e venda no mercado interno de produtos para a produção de tablets .

A prorrogação da MP foi publicada na edição desta quinta-feira (16) do Diário Oficial, em função do atraso da votação da matéria. A MP número 549 foi editada em 18 de novembro de 2011 e já passou pela Câmara dos Deputados. O ato foi assinado pelo presidente do Congresso Nacional, José Sarney, e mantém a validade da isenção.

Parceria com a Foxconn

Ontem, o empresário Eike Batista, dono do grupo EBX disse que a fábrica de telas sensíveis ao toque que será montada em sociedade com a taiwanesa Foxconn terá sede em Minas Gerais. Segundo ele, além da EBX e da Foxconn, o BNDES mostrou interesse no negócio, que tem investimento previsto de US$ 2,5 bilhões.

Eike não deu detalhes sobre o montante que será investido pelo que ele chamou de consórcio brasileiro. Mas disse que os brasileiros terão uma participação de 60% no empreendimento. Para ele, os atuais parceiros são suficientes, embora não tenha descartado outros investidores.

A Foxconn já tem quatro fábricas no Brasil localizadas no estado de São Paulo, que produzem iPhone e começarão a produzir o tablet iPad, ambos da norte-americana Apple.(Da redação)

Anterior Serviço de IPTV da Telefônica/Vivo será lançado no segundo semestre
Próximos Investimentos da TIM em 2012 somarão R$ 3 bi