Senado aprova auditoria em compra de tablets pela PGR


O Senado aprovou requerimento para investigação pelo Tribunal de Contas da União (TCU) de uma compra de tablets feita em dezembro pela Procuradoria Geral da República (PGR). Apresentada pelo senador Fernando Collor (PTB-AL), que vem fazendo duras críticas à atuação do procurador-geral da República, Roberto Gurgel, a representação pede providências em relação a denúncias de irregularidades na licitação.

Em discurso no início do mês, Collor disse que, em pregão eletrônico para aquisição de 1,2 mil tablets, no valor de quase R$ 3 milhões, houve “direcionamento escancarado” a um dos concorrentes. Além disso, segundo ele, o pregão ocorreu no dia 31 de dezembro do ano passado, às 16h, “ao apagar das luzes do órgão”.

Em nota divulgada no dia seguinte, a PGR esclareceu que a escolha de um modelo específico tem amparo na Lei de Licitações, quando tecnicamente justificável.

Informou, ainda, que a escolha foi amparada por relatórios de unidades do órgão especializadas em tecnologia da informação.O requerimento (RSQ 31/2013) aprovado nesta quinta pede “a realização de auditoria ou inspeção para apurar o cometimento de ilegalidades em licitação para aquisição de tablet pela Procuradoria Geral da República”.(Da redação, com Agência Senado)

Anterior Erundina quer projeto popular para revisar marco da mídia eletrônica
Próximos Pesquisa da ABI indica empate entre Huawei e Ericsson no mercado de redes móveis em 2012