Semeghini condena tentativa da ABPTA e Sky em levar o PL 29 a plenário


A ABPTA (associação  de produtores internacionais) e a Sky estão se movimentando para obter as 52 assinaturas de parlamentares suficientes para levar o PL 29/07 para apreciação no plenário. Caso consigam, estarão inviabilizando a votação da matéria ainda nessa legislatura, alerta o deputado Júlio Semeghini (PSDB-SP). O deputado lembra que o projeto foi aprovado em …

A ABPTA (associação  de produtores internacionais) e a Sky estão se movimentando para obter as 52 assinaturas de parlamentares suficientes para levar o PL 29/07 para apreciação no plenário. Caso consigam, estarão inviabilizando a votação da matéria ainda nessa legislatura, alerta o deputado Júlio Semeghini (PSDB-SP).

O deputado lembra que o projeto foi aprovado em quatro comissões (Desenvolvimento Econômico, Defesa do Consumidor, Ciência e Tecnologia e Constituição e Justiça) como resultado de três anos de debates, que permitiram a construção de um acordo com todos os setores interessados. “Mas essa entidade e essa empresa continuam trabalhando para destruir todo o consenso obtido, que resultará em prejuízos para todo o setor de TV por assinatura”, enfatizou.

Semeghini disse que a não aprovação do projeto irá criar uma situação ainda mais complicada para o setor, que tem enfrentado dificuldades para crescer. Isto porque, segundo ele, o avanço tecnológico irá impor novas condições ao mercado, sem as regras necessárias para assegurar a justa competição.

O PL 29/07, que unifica as regras da TV por assinatura e permite a entrada das teles no setor, traz ainda benefícios para a produção e distribuição de conteúdo nacional, com a introdução de uma política de cotas e de fomento, que são combatidas pela ABPTA e Sky. O projeto é ainda considerado como de grande utilidade para a massificação da banda larga no país.  

Anterior Minicom contrata 10% dos 15 mil kits de telecentros licitados
Próximos Samsung vai lançar celular com sistema operacional próprio