Semeghini assume Secretaria de Gestão e promete mais serviços em e-gov


O deputado federal Júlio Semeghini tomou posse hoje como secretário de Gestão Pública do governo do Estado de São Paulo, prometendo ampliar os serviços de governo eletrônico e os programas de inclusão digital, paralelamente a meta de reduzir 10% o custo da máquina estadual, atendendo a uma determinação do governador Geraldo Alckmin.

Para ampliar o acesso a internet e a oferta de serviços de governo eletrônico, Semeghini pretende firmar parcerias com o governo federal e com governos dos municípios paulistas. “Dos 645 municípios do estado, 40 não têm o programa Acessa São Paulo”, disse o novo secretário, que quer aproveitar as secretarias e empresas públicas para ampliar os serviços de acesso a internet à população. Deu como exemplo o restaurante popular “Bom Prato”, um programa da Secretaria de Agricultura e Abastecimento que vende refeições subsidiadas, para sediar pontos de acesso a internet. “Vamos procurar também o governo federal, para parcerias visando a ampliação do acesso a banda larga”, anunciou.

Com um orçamento da ordem de R$ 13 bilhões, a Secretaria de Gestão Pública responde pela formulação e o controle da política de recursos humanos do estado, e coordena os programas relacionados a internet (Poupatempo e Acessa São Paulo), além da Prodesp (Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo), Iamspe (Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual) e Fundap (Fundação do Desenvolvimento Administrativo). 

 

Na Prodesp, onde iniciou sua carreira política e foi presidente por quatro anos, na gestão Mario Covas, Semeghini pretende fazer mudanças, assim como no Poupatempo. “A tecnologia deve ser usada para aumentar eficiência da máquina pública mas também para melhorar os serviços prestados aos cidadãos”, comentou no discurso de posse, acrescentando que a determinação do governador é de “adoção de uma metologia de gestão por resultados”.

Anterior Motorola Mobility inicia operações na bolsa
Próximos Datacom e Medidata são declaradas vencedoras pela Telebrás