Segundo no comando da Samsung é condenado à prisão


Lee Jae-Yong, o vice-presidente da Samsung, foi sentenciado a cinco anos de prisão pela Justiça da Coreia do Sul. O executivo teria cometido crimes de desfalque, suborno, perjúrio, evasão de divisas e lavagem de dinheio. Os crimes têm relação com escândalos de corrupção que resultaram no impeachment da presidente do país, Park Geun-Hye, ano passado.

Conforme o processo, Lee teria pago à ex-presidente para obter apoio em processode fusão de empresas. Ele está detido desde fevereiro. A Samsung é hoje a maior fabricante de smartphones do mundo, à frente da Apple. Atua também em outras frentes, como produção de chips de memória, processadores, e até remédios.

O executivo pode recorrer da decisão – e segundo seu advogado, o fará em breve. (Com agências internacionais)

Anterior Samsung publica tabela de preços de reparo de celulares no Brasil
Próximos Claro libera chamadas "ilimitadas" no pré-pago

1 Comment

  1. 28 de agosto de 2017

    Mega-empresas, mega-corrupção!