Secretaria de Radiodifusão sofre as primeiras baixas após recriação do Minicom


O governo começou a demitir o segundo escalão da Secretaria de Radiodifusão, antes atrelada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), que passou a ser subordinada ao Ministério das Comunicações, recriado por medida provisória na última quarta-feira, 10. O Diário Oficial da União desta sexta-feira, 12, publicou a exoneração de Samir de Oliveira Cunha Ramos, que ocupava a Coordenação-Geral de Outorgas do Departamento de Radiodifusão Comercial 

Também foi demitido André Chagas Leite da Fonseca, coordenador-geral de TV Digital, do mesmo departamento. Saiu ainda a exoneração da coordenadora-geral de Fiscalização de Outorgas, Karine Braga Monteiro. Já Yroá Robledo Ferreira, que ocupava a coordenação-geral de Radiodifusão Comunitária, do Departamento de Radiodifusão Educativa, Comunitária e de Fiscalização, foi exonerado a pedido. Ele é funcionário da Anatel e estava cedido ao MCTIC. 

PUBLICIDADE
Anterior 5G terá de atender requisitos de soberania, segurança e política externa, afirma Bolsonaro
Próximos Teles pedem suspensão de decisão do Gired sobre verba do leilão de 700 MHz