Sebrae anuncia novas linhas de apoio à inovação da pequena empresa


O Sebrae anunciou hoje, em São Paulo, a nova formatação do Programa Sebraetec, que tem por objetivo ampliar o acesso das micro e pequenas empresas à inovação e tecnologia. O programa, focado no aumento da competitividade, também terá um volume maior de recursos: R$ 787 milhões para o triênio 2011-2013. Desse montante, R$ 409 milhões virão do Sebrae (R$ 85 milhões serão aplicados em 2011) e o restante de parceiros (Finep, BNDES, secretarias de estado de ciência e tecnologia, universidades e institutos de pesquisa). “Esses recursos poderão ser usados pelas empresas para desenvolvimento de um novo produto, para redesenhar um processo ou para o desenvolvimento de um software”, exemplificou Paulo Okamotto, presidente do Sebrae.

O programa está dividido em cinco linhas de apoio: serviços tecnológicos básicos (projetos de baixa complexidade, como a elaboração de um pedido de registro de patente ou de um software; ou um trabalho de redução de desperdício); serviços tecnológicos avançados (considerados de maior complexidade, como um estudo de viabilidade técnica e econômica); Sebraetec Inovação (destinado à inovação incremental), Sebraetec Inova (para inovação de ruptura) e Indicações Geográficas (terão editais próprios, que serão publicados a partir de janeiro de 2011, pelas unidades estaduais do Sebrae).

Os dirigentes do Sebrae esperam atingir pelo menos 48 mil empreendimentos com o programa. “Nosso objetivo é fazer com que as pequenas empresas possam ganhar participação no mercado a partir da inovação”, destacou o presidente do Sebrae. As pequenas empresas representam mais de 90% das empresas do país e contribuem com cerca de 20% do PIB. (Da redação)

Anterior Capgemini conclui compra do controle da CPM Braxis
Próximos Procurador confirma inconstitucionalidade de lei contra assinatura básica