Schwartz assume presidência da ULEPICC-Brasil


A nova diretoria da União Latina de Economia Política da Informação, da Comunicação e da Cultura – ULEPICC–Brasil-assume com algumas prioridades. Para o presidente, Gilson Schwartz, a entidade enfrenta no momento três desafios fundamentais. O primeiro é dar sustentabilidade ao impressionante aumento de ensidade acadêmica ocorrido no II Congresso, quando houve um aumento expressivo no …

A nova diretoria da União Latina de Economia Política da Informação, da Comunicação e da Cultura – ULEPICC–Brasil-assume com algumas prioridades. Para o presidente, Gilson Schwartz, a entidade enfrenta no momento três desafios fundamentais. O primeiro é dar sustentabilidade ao impressionante aumento de ensidade acadêmica ocorrido no II Congresso, quando houve um aumento
expressivo no número de participantes e na qualidade dos trabalhos.

"Apoiar e disseminar as perspectivas da economia política nos programas de
pós-graduação em comunicação em todo o Brasil é a prioridade da nova gestão"
ressalta Schwartz.

O segundo eixo de atuação será o "fortalecimento de interfaces com outros
espaços da Economia Política da Comunicação, em especial na América Latina e
na África, onde a penetração das novas mídias ganhou uma relevância
extraordinária", completa.

Finalmente, é importante combinar a atuação acadêmica com o posicionamento
político, num momento de "importantes transformações na própria estrutura
dos sistemas de telecomunicações e radiodifusão no Brasil, tendo em vista a
fragilidade do marco regulatório e a indefinição quanto aos rumos da chamada
convergência digital", completa o professor do Depto. de Cinema, Rádio e TV
da ECA-USP.

NOVA ECONOMIA DO AUDIOVISUAL

"A mudança em curso na estrutura de mercado das telecomunicações, o início
ainda cheio de percalços da TV digital, as novas políticas públicas de
incentivo à economia da cultura e à literacia em novas mídias assim como a
dimensão extraordinária do mercado brasileiro nas telecomunicações móveis
prenunciam a emergência de uma nova economia do audiovisual, que cobrará
rapidamente respostas da academia em termos de pesquisa, ensino e
intervenção nos debates", conclui o novo presidente da ULEPICC – Brasil.  (Fonte: assessoria de imprensa).

Anterior BNDES diminui lucro, mas aumenta participação societária em coligadas.
Próximos Adiada reunião das operadoras no STJ sobre "grampos" e portabilidade