Sawiris vai à Anatel, mas não detalha investimentos na Oi


shutterstock_ Spectral-Design _dinheiro_comercio_eletronico

Os representantes do bilionário egípcio, Naguib Sawiris, anteciparam sua visita a agência reguladora de sexta-feira, 25, como estava previsto, para ontem, 23. Eles encontraram-se com todos os dirigentes da Anatel.

Segundo o conselheiro Igor de Freitas, os executivos estavam acompanhados por dirigentes da empresa Moeli, que representa um grupo de credores conhecidos como bondholders, que possuem bonds emitidos pela Oi. 

Conforme Freitas, o grupo Sawiris, assim como representante de outros fundos que já procuraram a Anatel, não apresentou qualquer proposta firme de investimentos na operadora. “Eles procuram a Anatel para obter informação sobre questões regulatórias e também sobre a dívida com agência, pois, afinal, também somos um dos credores”, explicou o conselheiro.

Para Freitas, somente uma mudança legislativa poderá permitir que todo o passivo que a Oi tem com a União possa ser transformado em TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) e negociado com a Anatel fora da recuperação judicial, para não ter que submeter o acordo à aceitação dos demais credores da RJ) em prazos e condições que permitam a empresa e o novo investidor que assumí-la injetar R$ 15 bilhões necessários para a modernização da rede da concessionária.

 

Anterior Juiz fatia disputa entre Oi, Anatel e AGU e estabelece prazo para solução
Próximos Smartphones ajudam e vendas do e-commerce aumentam 16% na véspera da Black Friday