Satélite da Hughes vai entregar banda larga de até 100 Mbps no Brasil


lua-terra-satelite-universo-foguete-planeta

A provedora de internet satelital Hughes anunciou nesta quinta-feira, 10, a contratação da fabricante Space Systems Loral (SSL). O negócio prevê a construção de um novo satélite, o Echostar XXIV/Jupiter 3, que cobrirá as Américas. A nave usará tecnologia de “ultradensidade” (UHDS). Segundo as empresas, será capaz de entregar links de internet banda larga com 100 Mbps de velocidade.

O novo satélite será utilizado nas Américas e será responsável por mais que o dobro da capacidade de banda Ka da Hughes na região. Aumentará a capacidade e o suporte na expansão do negócio para os Estados Unidos, Canadá, México, Brasil e outros países na América do Sul.

O lançamento está previsto para ocorrer em 2021. Nos planos de negócios, a operadora imagina não apenas atender o consumidor no varejo, como também fechar contratos de fornecimento com empresas, aeronáutica e operadoras de telefonia (como reforço de backhaul).

Anterior Amazonas 5, da Hispamar, já está na base de lançamento
Próximos Ancine vai divulgar dados mensais de programação da TV paga

3 Comments

  1. Vagner Ornelas
    11 de agosto de 2017

    Resta saber qual será a franquia para a velocidade de 100Mbps, já que a questão dos satélites é mais limitada. Será uma “Ferrari” com apenas 1 litro de combustível para se usar ? Os provedores de internet focam muito em velocidade, e isso não significa nada se a franquia for pequena, só vai gastar ainda mais rápido.

  2. Lucas
    11 de agosto de 2017

    Eles tem um servidor aqui na minha cidade, utilizam franquia que é graça e internet fraca

  3. Fabio Bona
    12 de agosto de 2017

    Além da franquia ser ínfima tem o problema da latência terrivelmente alta. Será que este novo satélite vai resolver está lástima do servidor hughes? E os preços vão cair?