São Paulo alcança 11% de penetração na banda larga


Na divisão geográfica, São Paulo tem o maior número de acessos a internet em alta velocidade a cada 100 habitantes, com 11% de penetração. A região Sudeste, no entanto, tem penetração de 6,01%, praticamente o mesmo nível da região Centro-Oeste (6,05%). A maior penetração por região continua na Sul, com 7,49% e a Nordeste mantém …

Na divisão geográfica, São Paulo tem o maior número de acessos a internet em alta velocidade a cada 100 habitantes, com 11% de penetração. A região Sudeste, no entanto, tem penetração de 6,01%, praticamente o mesmo nível da região Centro-Oeste (6,05%). A maior penetração por região continua na Sul, com 7,49% e a Nordeste mantém o pior índice (1,19%), enquanto o Norte registra 3,51%. Os dados, apresentados hoje na 12ª edição do Barômetro Cisco da Banda Larga, não consideram os acessos por banda larga móvel. A pesquisa indica que o Brasil chegou a junho de 2009 com cerca de 11 milhões de conexões fixas e 2,6 milhões de conexões móveis.

O levantamento, que analisa o primeiro semestre deste ano, mostra que São Paulo também lidera no quesito “acessos residenciais”, com 33% de penetração por domicílios, índice comparável ao de países como Polônia, Hungria e Portugal. A média nacional, de 17,85%, também representa uma evolução.

O presidente da Cisco, Rodrigo Abreu, destacou que no país a penetração das conexões de banda larga apresentou ligeiro acréscimo em relação ao semestre anterior, passando de 5,16% para 5,08%. Mesmo assim, o Brasil continua bem atrás de países como Chile e Argentina, próximos aos 9% de penetração; e até mesmo do Uruguai, com 7,6%. Esses percentuais, relativos a dezembro de 2008, mostram que o país só perde para o Peru, que tinha 2,7% de penetração.  

Anterior Barômetro Cisco indica crescimento equilibrado entre banda larga fixa e móvel
Próximos Juniper: roteador de banda larga com inovações.