Santa Catarina vai licitar serviços de comunicação e telefonia


O vice-governador Leonel Pavan garantiu hoje, 12 de setembro, após a 2ª reunião do ano do Conselho Estadual de Tecnologia de Informação e Comunicação (CTIC), que o projeto de implantação do Governo Eletrônico (e-gov) é prioridade para Santa Catarina. O trabalho começa a ser agilizado com a realização de uma licitação inédita para serviços de …

O vice-governador Leonel Pavan garantiu hoje, 12 de setembro, após a 2ª reunião do ano do Conselho Estadual de Tecnologia de Informação e Comunicação (CTIC), que o projeto de implantação do Governo Eletrônico (e-gov) é prioridade para Santa Catarina. O trabalho começa a ser agilizado com a realização de uma licitação inédita para serviços de provimento de internet e de telefonia fixa, reduzindo custos e interligando as secretarias regionais com o Centro Administrativo.

O novo sistema, a ser licitado na modalidade de pregão presencial no mês que vem, envolve uma rede de comunicação com suporte de computadores, permitindo o uso da estrutura da internet na telefonia fixa. A partir da implantação de um sistema de telefonia IP, ou voz sobre protocolo IP (VoIP), o Conselho pretende uma economia de 30 a 50% na despesa do Governo com todos os serviços e estrutura de comunicação, que chega a R$ 60 milhões por ano.

De acordo com o vice-governador, no encaminhamento do processo de licitação, também esta sendo observado o critério da maior economia possível para o Estado, por isso a decisão pela modalidade do pregão presencial. Os integrantes do CTIC decidiram pela formação de uma Comissão Especial de Licitação, formada por técnicos de vários órgãos, sob à presidência da Secretaria de Estado da Administração, que terá um prazo de no máximo 30 dias para análise e encaminhamento dos aspectos legais, administrativos e financeiros dos cinco editais que deverão ser lançados para contratação dos serviços e equipamentos de comunicação.

Os conselheiros do CTIC definiram ainda que o Centro de Informática e Automação do Estado de Santa Catarina (Ciasc) será o gestor do sistema por já estar desenvolvendo equipamentos e o cronograma dos aplicativos para a implantação do Governo Eletrônico. (Fonte: assessoria de imprensa, governo de Santa Catarina)

Anterior Not é o novo presidente do Grupo TBA
Próximos Alcatel-Lucent lidera mercado de acesso em banda larga