Samsung lança Galaxy Note 9 e entrará na competição pelo mercado de alto-falantes inteligentes


A Samsung lançou hoje (9) seu novo smartphone topo de linha, o Galaxy Note 9. O aparelho terá até 1 TB de capacidade de armazenamento (512 MB + 512 via cartão SD). A companhia espera que os ávidos jogadores de videogame catalisem as vendas, por ser o primeiro celular Android a rodar o game Fortnite. As vendas do aparelho começam em 24 de agosto, nos EUA, por US$ 1 mil (6 GB de RAM e 128 GB de armazenamento) e US$ 1.250 (8 GB RAM e 512 GB de armazenamento).

O aparelho terá tela de 6,4 polegadas, SuperAMOLED, com resolução de 2960×1440. Isso faz dele uma polegada maior que o Note 8, e ligeiramente menor que o Apple iPhone X Plus. Carrega um processador Qualcomm Snapdragon 845, além da tradicional canetinha S Pen, que ganhou conectividade Bluetooth para funcionar como controle remoto para o YouTube. A bateria tem 4 mil mAh e, segundo a empresa, permite o uso intenso do aparelho por um dia inteiro. A câmera traseira é dupla, com 12 MP de resolução, e a dianteira, com 8 MP.

Novo mercado

A sul-coreana também apresentou outros produto. Anunciou um alta-falante conectado, que usa a inteligência artificial Bixby para reconhecer comandos. O aparelho, chamado Galaxy Home, vai concorrer com produtos similares de Amazon, Google e Apple. Este segmento está aquecido, com demanda crescente, especialmente nos países desenvolvidos. Estimativa de junho da consultoria IDC aponta que a venda de alto-falantes inteligentes vai movimentar US$ 11,8 bilhões no mundo este ano. E o crescimento será de 23%, em média, ao ano nas vendas, até 2022.

O alto falante será capaz de executar tarefas simples de internet das coisas, como controlar luzes de um ambiente (em que a iluminação seja também conectada). O aparelho está em desenvolvimento há mais de um ano. E embora tenha sido mostrado hoje, a fabricante não informou data lançamento comercial ou preços. Também não disse se vai ampliar o número de idiomas compreendidos pela Bixby, que atualmente se comunica apenas em Inglês e Coreano.

Relógio

Outro produto revelado nesta quinta-feira foi novo relógio inteligente Galaxy Watch. O aparelho tem conectividade celular LTE, sensores de medição da saúde do usuário (como estresse e de qualidade do sono) e design similar a relógios esportivos comuns. Será vendido em dois tamanhos: com 42 ou 46 mm de diâmetro. O modelo maior tem uma bateria de 472 mAh, e o menor, de 270 mAh que, segundo a empresa, permite o uso moderado do aparelho por períodos de 80 até 168 horas.

O dispositivo usa um processador Exynos 9110 dual core, fabricado pela própria Samsung. Tem 1,5 GB de RAM e 4 GB de armazenamento. Será com patível com celulares Android 5.0 em diante, e iPhones 5 em diante. As vendas começam nos EUA também do dia 24 de agosto, e dia 31. O preço será de US$ 330, para o modelo menor, e US$ 350, para o maior. Sem previsão de preço e chegada ao Brasil, por enquanto.

Anterior Anatel faz nova apreensão de produtos não homologados
Próximos Anatel destina espectro de 2,3 GHz para a 5G.