Samsung e Anprotec iniciam projeto de incentivo a startups


A Samsung e a Associação de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec) deram a partida em um projeto que revê destinar US$ 5 milhões a startups brasileiras. Na última semana iniciaram a formação de empreendedores de oito startups selecionadas para participar do Programa de Promoção da Economia Criativa. Também participa do incentivo o Centro de Economia Criativa e Inovação Daegu, ligado ao governo da Coreia do Sul.

Cada uma das startups passará por uma preparação de seis meses, além de receber investimento de R$ 140 mil, valor oferecido para aceleração dos projetos. Uma parceria ou associação pode ser sugerida posteriormente. Para participar, as startups concordam em dar a preferência à Samsung para essa associação futura. “Os projetos serão direcionados para áreas estratégicas, como Mobilidade, Educação e Saúde Digital, Pagamentos Móveis e Internet das Coisas (IoT)”, afirma Antonio Marcon, gerente de Pesquisa e Desenvolvimento da Samsung e gerente do programa no Brasil.

As empresas ficarão incubadas em cinco instituições: Cietec, Raiar, ITGG, UEA ou Proine/UFG. A Samsung prevê investir US$ 5 milhões ao longo dos próximos cinco anos no programa. As startups selecionadas são: Mind the Graph, VR Monkey e Sinapse Digital (na área de educação digital); Optix Imagens Médicas e Doutor Recomenta (saúde digital); Dev Tecnologia (internet das coisas); Reminds (convergência); e OOBJ Noov (pagamentos móveis). (Com assessoria de imprensa)

Anterior Oi despenca quase 20% após TIM recusar fusão
Próximos França diz que Google deve 1,6 bi de euros em impostos