Samsung compra consultoria em infraestrutura de rede nos EUA


A Samsung comprou uma consultoria e fornecedora de serviços de rede norte-americana. O valor pago pela TeleWorld Solutions (TWS) não foi revelado. A empresa é sediada na Virginia e especializada em desenhar, testar e otimizar redes para operadoras e fabricantes de equipamentos.

A aquisição faz parte da estratégia da Samsung de mergulhar no mercado de infraestrutura de rede. A gigante é fornecedora de equipamentos na Coreia do Sul e nos Estados Unidos, ao lado de Ericsson e Nokia – embora em volume menor que as rivais europeias. Há dois anos iniciou expansão global, de olho na demanda 5G. Com a guerra comercial entre Estados Unidos e China, que resultou no banimento da Huawei do mercado americana, abriu-se espaço para que a coreana amplie sua participação no mercado mais valioso do planeta.

PUBLICIDADE

A TWS funcionará como subsidiária integral da Samsung Electronics America. Com a aquisição, a gigante espera complementar a expansão no segmento de infraestrutura de rede. O comando da TWS será mantido e seguirá tocando os negócios. Os atuais clientes seguem com seus contratos em vigor, mesmo que não adotem equipamentos Samsung.

“A aquisição da TWS permitirá que atendamos a crescente necessidade das operadoras móveis de melhorar suas redes 4G e 5G. Também abre novas oportunidade para aperfeiçoar nossos serviços entre nossos clientes”, diz Paul Kyungwhoon Cheun, vice-presidente executivo e responsável pelo segmento de redes da Samsung. Para a TWS, a operação pode resultar em uma expansão sem precedentes.

A 5G deve resultar em um adensamento de rede e espectro que ampliará a demanda por serviços como os praticados pela TWS. Além das novas redes em si, o uso de virtualização e a adoção de soluções open RAN (arquitetura de rede móvel não proprietária) deverá exigir projetos mais detalhados e testes e melhorias contínuas na prestação.

Entre os clientes e parceiros da TWS estão AT&T, Century Link, Comcast, Dish, Facebook, Jio, Verizon.

Anterior Indra compra empresa de segurança cibernética SIA
Próximos MCTIC cria grupo de trabalho para reavaliar metas de 4G no PGMU IV