Rio Wireless começa na próxima terça-feira


Tem início na próxima terça-feira, dia 25 de abril, a sexta edição da Rio Wireless, evento que, este ano, irá debater o futuro do mercado de telefonia celular no Brasil e tecnologias como o WiMax, Wi-Fi e Wi-Mesh, com a participação de especialistas internacionais e de diversos nomes das empresas fornecedoras de equipamentos e operadoras …

Tem início na próxima terça-feira, dia 25 de abril, a sexta edição da Rio Wireless, evento que, este ano, irá debater o futuro do mercado de telefonia celular no Brasil e tecnologias como o WiMax, Wi-Fi e Wi-Mesh, com a participação de especialistas internacionais e de diversos nomes das empresas fornecedoras de equipamentos e operadoras de serviços de comunicações. Tendo como sede o Windsor Barra Hotel, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, essa edição do evento pretende ser ainda mais abrangente que as edições anteriores.

Nos dias 25 e 26 irão acontecer seis painéis, onde serão debatidos temas como a busca de resultados e a necessidade de maiores investimentos das operadoras; inovações wireless para o mercado corporativo; o desafio da regulamentação diante do avanço tecnológico e a tecnologia WiMax como indutora da inclusão digital, bem como os aplicativos dessa tecnologia.

Painéis e palestras abordam novas tendência. O crescimento explosivo da indústria wireless (equipamentos e serviços) e o rápido avanço tecnológico do setor representa um enorme desafio para as agências regulatórias. Este tema estará em debate no painel "O desafio regulatório diante do avanço tecnológico no Brasil", com Ronaldo Sá, sócio da Orion Consultores Associados, professor da área de gestão de espectro da UIT (União Internacional de Telecomunicações). De acordo com Ronaldo, as agências precisam acompanhar o ritmo da tecnologia, sob pena de barrar o desenvolvimento do setor de telecomunicações.

Aplicações
As aplicações móveis para o mercado corporativo serão o tema do painel coordenado por Luiz Carlos Moraes Rego, professor da Escola de Administração de Empresas de São Paulo (EAESP) da FGV-SP. O painel, que contará com a presença de representantes das empresas Alvarion, Intel, Motorola e Nokia, discutirá como a mobilidade está mudando drasticamente a rotina de trabalhadores em todo o mundo, aumentando a produtividade, graças ao acesso rápido à informação, e permitindo que se trabalhe longe do escritório, em outra cidade ou até em outro país.

O evento também pretende discutir as muitas oportunidades a serem trabalhadas pelas operadoras de telefonia celular e pelos fabricantes de aparelhos, a fim de combaterem a tendência de saturação do mercado no Brasil. Na palestra "Telefonia Celular – Soluções para Inclusão das Classes D e E", o diretor de Engenharia e Operações da Sercomtel Celular, Wanderley de Rezende Neiva, apresentará a experiência bem-sucedida da empresa com clientes de baixa renda. Desde fevereiro a Sercomtel Celular, que opera no norte do Paraná, colocou à disposição de seus clientes o "Recarga na Medida", um sistema que permite ao usuário adquirir créditos de qualquer valor, sendo que o mínimo é de R$ 2,00, para uso conforme suas necessidades ou disponibilidade de dinheiro.

O impacto da televisão digital no negócio da telefonia celular; a capacidade de investimento das operadoras de telefonia celular no Brasil e a regulamentação do WiMax no Brasil são alguns dos assuntos a serem abordados na série de palestras programadas.

Em paralelo à conferência, será realizada a Primeira Mostra de Inovação Tecnológica, que irá reunir fabricantes de infra-estrutura e aparelhos celulares, provedores de conteúdo e operadoras de celulares. O objetivo da mostra é criar um ambiente de exposição para as novas tecnologias wireless e demonstração de novos serviços e aplicativos.

Fonte: assessoria de imprensa do evento

Anterior Fust: concessionárias não vão pagar retroativo
Próximos Opportunity cancela AGE da Telemig