RFID nas ferrovias brasileiras


A Contraste, desenvolvedora de sistemas de integração corporativos e industriais, criou um projeto em parceria com a Alstom, empresa mundial em energia e transporte, para a identificação automática e monitoramento de mais de 20 mil vagões. O objetivo é otimizar custos, aumentar a segurança, além de diminuir os tempos de carga e descarga dos produtos …

A Contraste, desenvolvedora de sistemas de integração corporativos e industriais, criou um projeto em parceria com a Alstom, empresa mundial em energia e transporte, para a identificação automática e monitoramento de mais de 20 mil vagões. O objetivo é otimizar custos, aumentar a segurança, além de diminuir os tempos de carga e descarga dos produtos transportados. O projeto Automatic Equipment Identification (AEI) conta com mais de mil quilômetros de pontos de leitura no estado do Espírito Santo (ES), Minas Gerais (MG) e São Paulo e faz parte do Sistema de Gestão Ferroviária (SGF) de integração e otimização na circulação nas ferrovias. Entre as informações coletadas pela ferramenta estão: a identificação dos vagões, a composição dos trens e as informações integradas de sistemas de avaliação de descarrilamento. Os equipamentos instalados são da americana Transcore.

Fonte: assessoria de imprensa, Contraste

Anterior Spring Wireless cresce 100% em 2005
Próximos Contax divulga lucro de R$ 80,6 milhões