Retirada de PT da Vivo custaria quantia superior a € 3,5 bilhões


A Portugal Telecom (PT) deveria avaliar sua retirada da parceria com a Telefónica na operadora móvel brasileira Vivo, da qual detém 32%, se receber oferta superior a € 3,5 bilhões, de acordo com informações fornecidas por relatório do Citigroup, elaborado após reunião com executivos da PT. O banco avaliou os 32% em € 2,8 bilhões, …

A Portugal Telecom (PT) deveria avaliar sua retirada da parceria com a Telefónica na operadora móvel brasileira Vivo, da qual detém 32%, se receber oferta superior a € 3,5 bilhões, de acordo com informações fornecidas por relatório do Citigroup, elaborado após reunião com executivos da PT. O banco avaliou os 32% em € 2,8 bilhões, o que equivale a oito vezes o Ebtida (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) previsto para 2008, contra o valor de mercado atual da companhia, estimado em € 2 bilhões. Segundo o Citigroup, a avaliação levou em conta a média entre o atual valor de mercado e os € 3,5 bilhões, preço que a Telefónica afirmou estar disposta a pagar pela fatia da PT na Vivo. Na visão do banco, a PT “apenas deverá olhar para a saída deste investimento se for oferecido valor maior do que 3,5 bilhões de euros". (Da Redação, com noticiário internacional)

Anterior ABTA acusa "confisco" de canais da TV paga para a TV pública
Próximos Anatel aprova compra da Telecom Italia pelos fundos de pensão na BrT