Brasília - A Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática realiza audiência pública com a presença do ministro de Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, Gilberto Kassab, que apresenta as ações do governo na sua área (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Brasília – A Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática realiza audiência pública com a presença do ministro de Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, Gilberto Kassab, que apresenta as ações do governo na sua área (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O ministro da Ciência Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, resumiu para a imprensa o resultado a reunião que foi travada hoje, 24, entre os principais executivos das empresas e entidades que representam o setor de TIC com o presidente do Senado Federal, Eunicio de Oliveira, pelo PLC 79

” O importante foi saber a posição do presidente em relação a uma eventual decisão do ministro do Supremo, Alexandre de Moraes quanto ao encaminhamento ao Plenário”, afirmou Kassab, na saída da reunião.

Para o vice-presidente de regulação da TIM, Mario Girasole, o primeiro passo foi dado para o setor conseguir  avançar no debate sobre o projeto. O presidente da Claro, José Félix, por sua vez, achou que  o importante  foi que a reunião conseguiu aglutinar uma representação setorial bem ampla. Girasole disse que agora as empresas irão aguardar a convocação do ministro para irem ao STF, se for preciso defender o projeto.

Os dirigentes  da indústria que também integravam a comitiva – participaram da reunião, além dos presidentes e vice-presidentes das operadoras, os presidentes e diretores da Abinee e de empresas como Nokia, Huawei, Cisco, Ericsson  Qualcomm e Trópico – conforme afirmou Giuseppe Marrara, da Cisco, sabem que o PLC 79 irá destravar investimentos em banda larga, e por isso se engajam no pleito por  uma célere aprovação.