Representantes de 10% do PIB não se frustram com o não de Eunicio e vão ao STF


 

Brasília - A Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática realiza audiência pública com a presença do ministro de Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, Gilberto Kassab, que apresenta as ações do governo na sua área (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Brasília – A Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática realiza audiência pública com a presença do ministro de Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, Gilberto Kassab, que apresenta as ações do governo na sua área (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O ministro da Ciência Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, resumiu para a imprensa o resultado a reunião que foi travada hoje, 24, entre os principais executivos das empresas e entidades que representam o setor de TIC com o presidente do Senado Federal, Eunicio de Oliveira, pelo PLC 79

” O importante foi saber a posição do presidente em relação a uma eventual decisão do ministro do Supremo, Alexandre de Moraes quanto ao encaminhamento ao Plenário”, afirmou Kassab, na saída da reunião.

Para o vice-presidente de regulação da TIM, Mario Girasole, o primeiro passo foi dado para o setor conseguir  avançar no debate sobre o projeto. O presidente da Claro, José Félix, por sua vez, achou que  o importante  foi que a reunião conseguiu aglutinar uma representação setorial bem ampla. Girasole disse que agora as empresas irão aguardar a convocação do ministro para irem ao STF, se for preciso defender o projeto.

Os dirigentes  da indústria que também integravam a comitiva – participaram da reunião, além dos presidentes e vice-presidentes das operadoras, os presidentes e diretores da Abinee e de empresas como Nokia, Huawei, Cisco, Ericsson  Qualcomm e Trópico – conforme afirmou Giuseppe Marrara, da Cisco, sabem que o PLC 79 irá destravar investimentos em banda larga, e por isso se engajam no pleito por  uma célere aprovação.

Anterior Presidente do Senado insiste que só vota PLC 79 depois de decisão do STF
Próximos TIM lidera adição de clientes de banda larga fixa em julho, diz Anatel